Menu
quarta, 27 de outubro de 2021
Cidade

Suicídio é responsável por 16 mortes em São Carlos em 2017

04 Jul 2019 - 07h41Por Abner Amiel
Suicídio é responsável por 16 mortes em São Carlos em 2017 - Crédito: EBC Crédito: EBC

O município de São Carlos registrou 16 mortes por suicídio em 2017. Os dados são do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), do Ministério da Saúde. As informações foram levantadas pela Secretaria Municipal da Saúde em resposta a um requerimento do vereador Elton Carvalho (PSB).

Elton questionou a Secretaria de Saúde a respeito de quantos casos foram registrados de 2017 até início de 2019 no município, perfil das pessoas que cometeram suicídio e quais são os serviços, tratamentos e atendimentos oferecidos para pessoas em condições de vulnerabilidade biopsicossocial.

“Estes dados são extremamente preocupantes. Estamos trabalhando para regulamentar o programa de prevenção e combate ao suicídio em nosso município”, afirmou Elton.

No requerimento, a Seção de Apoio à Saúde Mental da pasta não informou os números relacionados ao ano de 2018 por não ter os dados atualizados.

Em resposta ao requerimento do vereador, a Secretaria da Saúde explicou que não há levantamento local sobre o perfil de cada vítima e que é intensificado no município a prevenção aos fatores que levam ao suicídio, tais como problemas mentais e abuso de substâncias.

A Secretaria de Saúde também respondeu a questionamento sobre os serviços, tratamentos e atendimentos oferecidos para pessoas em condições de vulnerabilidade biopsicossocial, mais especificamente a ideação suicídio, em São Carlos.

De acordo a secretaria, os tratamentos podem ser desde o atendimento clínico da unidade básica de saúde até o psiquiátrico de urgência. No texto ressaltou que todos os níveis de risco tem serviços de cuidado, iniciando em baixo risco na atenção básica, passando por um nível médio no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), onde também é realizado acompanhamento até o risco baixar. Destacou que, em última medida, o paciente é encaminhado ao Hospital Universitário (HU-UFSCar).

A Secretaria de Saúde sublinhou que as intervenções no município podem ser tanto medicamentosa quanto terapêutica e se potencializam quando são aplicadas simultaneamente aos atendimentos do Centro de Valorização à Vida (VCC), de abrangência nacional, por meio do telefone 188.

“Estou buscando parcerias junto a Secretaria de Saúde e de Cidadania e Assistência Social para promover ações preventivas e assistenciais a pessoas com ideacao suicida e familiares de vítimas do suicídio. O que mais me entristece é que na maioria dos casos, o suicídio foi cometido por jovens. Nós do poder público não podemos ser omissos com relação a esta temática”, ressaltou o vereador.

Dados da OMS
Segundo a organização Mundial de Saúde (OMS), a cada ano são registrados mais de 800 mil suicídios no mundo, o que representa uma a cada 40 segundos. No Brasil, são mais de 11 mil casos anualmente.

 

 

 

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias