Menu
sexta, 14 de maio de 2021
Cidade

Seis candidatos deverão disputar a Prefeitura de São Carlos

02 Jul 2012 - 14h00

São Carlos teve um sábado (30) movimentado pela política, no último dia para as convenções municipais, os partidos definiram seus candidatos à prefeitura. Seis deverão disputar as eleições de outubro.

Agora, os partidos têm até o dia 5 de julho para apresentar o pedido de registro de candidatura no Cartório Eleitoral.

PT + (PTB, PDT, PCdoB, PSC, PSB, PTC, PR, PSD e PV) 

O PT que já havia definido sua chapa e anunciado o nome de Oswaldo Barba para disputar a reeleição e após a aliança com o PV, anunciaram o nome de Normando Lima a vice-prefeito.

Na manhã de sábado, em uma convenção realizada no Instituto Cultural Ítalo Brasileiro, os militantes fizeram muita festa e confirmaram os nomes de seus candidatos.

O prefeito Oswaldo Barba se mostrou muito contente com as alianças feitas e passou muita confiança na reeleição. "Estamos muito confiantes com essa aliança e temos a certeza que chegaremos novamente com a vitória", afirmou Barba.

O atual prefeito tem como ponto forte para a campanha as obras e os feitos realizados em seus quatro anos de mandato. O nome de Normando Lima para vice, o vereador mais votado na última eleição, e o apoio do deputado federal Newton Lima, podem favorecer Barba. Outro ponto a favor são as coligações, que garantem ao PT um amplo espaço no horário eleitoral gratuito, nas rádios e nas televisões.

Os pontos que podem prejudicar a caminhada do PT são os pontos falhos no atual governo, além dos 12 anos de mandato (PT), que pode ter provocado um desgaste e diminuído a confiança do eleitor.

PSDB + (DEM, PHS, PSL, PTN, PT do B e PSDC)

Pelo PSDB ficou decidido que Paulo Altomani será o candidato a prefeito, com Cláudio Di Salvo, ex-presidente do diretório municipal do Democratas, como vice.

Segundo Altomani, sua campanha voltada apenas ao seu plano de governo e que não atacará seus adversários. "Vamos trabalhar, mostrar nosso compromisso com São Carlos, mostrar propostas sem criticar os nossos adversários e tenho a certeza que vamos vencer essa eleição", afirmou ele.

A aliança com o Democratas rendeu ao PSDB um "tempo extra" no horário eleitoral gratuito, o que pode ser um ponto a favor. Além disso, a coligação com outros partidos e o apoio do Governador do Estado, Geraldo Alckmin, podem favorecer Altomani. As falhas da atual administração e o desgaste do PT em São Carlos também favorecem ao PSDB.

PMDB + (PPS, PP e PRP)

O bloco democrático definiu o nome do presidente do SAAE, Eduardo Cotrim, como candidato a prefeito, com André Fiorentino (PPS), ex-presidente do SAAE, como vice.

Para Cotrim, por não ser do partido do Governo Federal e nem do Estadual, terá o "apoio" de ambos os lados para governar São Carlos. "Tenho a certeza de que o PMDB tem condições de governar, assim como em Araraquara. Não terá problema como tem hoje, se o prefeito é do PT recebe algumas migalhas do Governo Federal e não tem apoio do Governo do Estado, se for do PSDB terá apoio do Governo do Estado e não terá do Governo Federal. Com o PMDB será diferente e teremos o apoio dos dois governos", afirmou Cotrim.

PPL - PSTU - PSOL

Outros três partidos completam as eleições para a prefeitura de São Carlos. O PPL indicou o professor universitário José Benedito Sacomanno para prefeito e Milene Severo como vice. O PSTU indicou o professor Ronaldo Motta e a professora Adriana Corsi como vice. Já o PSOL lançou Flávio Lazzarotto como candidato a prefeito e Wilson Fernandes como vice.

Propaganda Eleitoral

O início das propagandas eleitorais gratuitas nas redes de rádio e televisão está marcado para o dia 26 de agosto, com o término no dia 4 de outubro, três dias antes das eleições.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias