sábado, 13 de agosto de 2022
União faz a força

Santa Casa ganha reforço de 46 escolas estaduais na Campanha Tampinha Solidária

Meta é arrecadar fundos para a reforma da Maternidade. Parceria foi firmada entre a Central de Captação de Recursos do hospital e a Diretoria Regional de Ensino

29 Jun 2022 - 14h33Por Redação
Santa Casa ganha reforço de 46 escolas estaduais na Campanha Tampinha Solidária - Crédito: Comunicação Santa Casa Crédito: Comunicação Santa Casa

A Santa Casa vai receber o apoio de 46 escolas estaduais da região de São Carlos para a Campanha Tampinha Solidária – parceria firmada com a Diretoria Regional de Ensino com o objetivo de arrecadar fundos para a reforma da Maternidade D. Francisca Cintra Silva.

A Dirigente Regional de Ensino, Débora Blanco, explica que há anos desenvolve um programa de educação ambiental permanente, onde os alunos são educados para o descarte correto dos resíduos sólidos, no caso o plástico, com o slogan “quem separa uma tampinha para reciclagem, não descarta o resto da embalagem no lixo comum”.

Apelidado de “Tampinha Literária”, o valor arrecadado com o recolhimento desse material nas unidades escolares dos sete municípios sob a jurisdição da Diretoria Regional de Ensino (São Carlos, Ibaté, Corumbataí, Descalvado, Itirapina, Dourado e Ribeirão Bonito) vinha sendo revertido para livros de literatura, escolhidos pelos alunos, mas agora o projeto entra em uma nova fase. “Em reunião com os grêmios estudantis e com as pessoas envolvidas, decidimos reverter toda nossa coleta para a campanha da Santa Casa”, afirmou a Dirigente Regional de Ensino.

Ainda segundo Débora Blanco, ensinar as crianças sobre o respeito ao meio ambiente é fundamental para o futuro da sociedade. “Todos precisamos ter uma atitude consciente em relação aos resíduos sólidos, e entender que as tampinhas e todo plástico que geramos no dia a dia é um recurso importante que pode ajudar outras pessoas”, complementou.

A Gerente de Captação de Recursos, Ângela Oioli, ressaltou o benefício desta aproximação da Santa Casa com as instituições da cidade e agradeceu a Diretoria Regional de Ensino pela ajuda. 

“Além do ponto de vista financeiro, onde todo esse recurso das tampinhas e lacres será revertido para a reforma da Maternidade, nós temos a proteção ao meio ambiente. Quanto mais tampinhas recebermos, menos estarão nos rios, mares e no meio ambiente”, disse.

Leia Também

Últimas Notícias