Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021
Cidade

SAMU e Bombeiros simulam socorro para 1,2 mil alunos do Juliano Neto

11 Nov 2011 - 00h31
0 - 0 -

Os socorristas do SAMU, Corpo de Bombeiros e profissionais de saúde da UPA da Vila Prado, com apoio da Defesa Civil, estiveram durante toda está quinta-feira (10) na Escola Estadual Juliano Neto, na Vila Nery, para uma missão especial: levar orientações sobre os atendimentos de Urgência e Emergência e o trabalho destas instituições para cerca de 1.200 alunos.

Veja galeria de fotos

O projeto “SAMU na Escola” é desenvolvido pela Prefeitura para estudantes do ensino médio e fundamental e tem como meta, além de prevenir acidentes, capacitar para que os alunos sejam agentes multiplicadores das informações recebidas de como utilizar os serviços do SAMU, das UPA´s e Corpo de Bombeiros corretamente.

Para a atividade educacional, o colégio recebeu tendas que abrigaram 8 estações com orientações sobre queimaduras e estado de choque, traumas e engasgos, socorro a vítimas de AVC/hipertensão, Reanimação Cardiopulmonar (RCP), Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), desmaios, hipotensão, crises convulsivas, além da palestra sobre afogamento, ministrada pelo soldado Carlos Henrique Botelho, do Corpo de Bombeiros.

Tereza de Fátima Aiza, diretora da escola, parabenizou os organizadores pela iniciativa. “Os alunos aprendem algo além do conteúdo das disciplinas e isso ajuda a prevenir acidentes e a se portarem como bons cidadãos”.

O soldado Botelho ressalta que o Corpo de Bombeiros “trabalha muito a prevenção de acidentes com palestras nas escolas e outras instituições, minimizando as ocorrências de afogamento que podem acontecer”, disse.

Além da capacitação, os alunos e a população também assistiram a um  simulado de salvamento, em via pública (carro x moto com duas vítimas), com a atuação em conjunto do Corpo de Bombeiros e SAMU.

Os alunos receberam a cartilha educativa “Samuzinho – Projeto SAMU na Escola” com informações sobre quando ligar para o SAMU 192, o que é o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência entre outras orientações preventivas.

O diretor do Departamento de Atenção do Cuidado Hospitalar, Francisco Neo, explica que o projeto é incentivado pelo prefeito Oswaldo Barba  e o trabalho do SAMU em parceria com o Corpo de Bombeiros busca passar conhecimento para os alunos para que eles sejam multiplicadores junto aos amigos e familiares.

“Outra proposta também é dinamizar o treinamento dos profissionais e explicar o funcionamento do serviço para melhor informação da população e minimizar a média de 220 trotes que o SAMU recebe por mês”, relata Néo.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias