Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Refluxo de esgoto

Saae ignora pedido e família passa por constrangimentos no Aracy

Caso aconteceu no dia 6 de junho e a pedido da autarquia foram feitos orçamentos; mas até o momento o problema não foi solucionado

25 Jun 2018 - 06h57Por Marcos Escrivani
As camas que dormiam o casal e as filhas foram destruídas pelo refluxo após trabalho efetuado por funcionários do Saae - Crédito: DivulgaçãoAs camas que dormiam o casal e as filhas foram destruídas pelo refluxo após trabalho efetuado por funcionários do Saae - Crédito: Divulgação

Uma família residente na rua José Felonta Sobrinho, 450 – antiga rua 78 – no Cidade Aracy 2, passa por diversos problemas. Por mais de 15 dias, sem solução. Para piorar ainda mais a situação, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto não se posiciona e um casal com suas duas filhas (uma de 5 anos e outra de seis meses – prematura), passam por constrangimentos.

Segundo o pai da família, o reciclador Claudinei Aparecido de Souza, 24 anos, que trabalha em um ferro velho, tudo começou após a execução de um serviço realizado por funcionários do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) em um bueiro e dejetos originados do esgoto invadiram sua casa, que é de aluguel e destruíram móveis.

“Perdi dois guarda-roupas de casal, duas cama de casal boa, um fogão de 4 bocas, roupas das minhas filhas, as nossas, além de todos nossos calçados. A pedido do Saae fiz orçamento e encaminhei. Mas desde então, quando entro em contato, eles dizem que está em análise, que o valor é alto e não se posicionam. Eu não tenho condições de comprar e o que eu perdi é devido a um trabalho realizado por eles. Eu não tenho culpa”, disse o pai de família.

Hoje, o pai de família disse que passa por constrangimentos diários. Tentou limpar a casa, recuperar os móveis, mas tudo ficou impregnado de sujeira e com um odor fétido. “Sem contar que eu durmo sozinho na casa. Várias vezes tentaram furtar o que restou. Passo por isso porque o Saae não nos dá nenhum tipo de assistência. Eles foram os responsáveis pelo problema e agora não nos ajudam”, disse, em tom de desabafo e revolta.

Mande seu recado (sempre com uma foto) para o email faleconosco@saocarlosagora.com.br ou pelo WhatsApp 16 99633-6030.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias