Menu
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Cidade

Projeto quer aproximar alunos do ensino médio e a comunidade do campus USP São Carlos

25 Set 2016 - 07h58Por (*) Rui Sintra
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Teve início neste mês, na Área II do Campus USP São Carlos, o projeto A Física na Construção da Cidadania, Desenvolvido pelo Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), em parceria com a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/USP) e o Centro de Inclusão Social USP - São Carlos (CIS-USP SC), esta iniciativa tem como objetivo estabelecer um maior contato entre alunos do ensino médio e a comunidade do campus USP São Carlos, de modo a apoiar os jovens a vislumbrar uma atuação profissional na área científica.

Sessenta estudantes da Escola Estadual Attilia Prado Margarido (São Carlos) se inscreveram para participar do projeto. Dentre eles, foram selecionados 16 alunos que, durante todas as quintas-feiras, até o próximo mês de dezembro, participarão de aulas práticas que abordarão temas da física (gravidade, termodinâmica, óptica, entre outros) que comumente são pautados em vestibulares e que serão relacionados a situações do cotidiano dos estudantes, possibilitando a utilização de experimentos já estudados pelos graduandos do IFSC/USP. Os alunos selecionados também visitarão laboratórios nas áreas I e II do Campus USP São Carlos, assistirão a palestras e participarão de outros eventos organizados pela Universidade.

Foto: Divulgação"Queremos mostrar a esses alunos que a Universidade é acessível tanto no âmbito do cotidiano - pois eles podem participar das diversas atividades realizadas pela USP -, como no âmbito do ensino, já que eventualmente poderão ingressar nos cursos oferecidos pelas várias unidades uspianas", diz Herbert Alexandre João, educador do IFSC/USP que, ao lado do Prof. Dr. João Navarro Soares Junior (EESC/USP), coordena a açãoque surgiu atravésdos esforços realizados pela diretoria e pelos docentes da citada escola estadual. "O projeto consolida o apoio e a participação do IFSC/USP no CIS-USP, que é um importante projeto de inclusão social do campus USP São Carlos", destaca Herbert.

Antes da primeira aula, os Profs. João Navarro e José Marcos Alves (CIS-USP SC - EESC/USP) conversaram com os alunos. O Prof. José Marcos, que integra a Comissão de Implantação do CIS-USP, explica que, através das metas do projeto, pretende-se munir os participantes de ferramentas conceituais que exemplifiquem a importância das ciências exatas, aproximando os alunos do ambiente acadêmico, de modo a desmistificar e divulgar as oportunidades de carreira na área científica. "O projeto permite que esses jovens sintam que a USP é um espaço público do qual poderão fazer parte através da meritocracia, isto é, pela dedicação aos estudos".

Para Alexsander Sena, que é graduando da EESC/USP e que ministra as aulas experimentais na iniciativa - ele recebeu uma bolsa de monitoria do "Programa Unificado de Bolsas de Estudo para Estudantes de Graduação - PUB" da USP -, é fundamental relacionar os conteúdos de física com situações do cotidiano para conquistar a atenção dos alunos, tendo em vista que a má qualidade do ensino público - incluindo a falta de infraestrutura, como laboratórios e equipamentos para a realização e demonstração de experimentos - desestimula os alunos no aprendizado de disciplinas como física. Para ele, a primeira aula do projeto foi bastante positiva. Embora tenha notado que os estudantes carecem de uma base teórica em física, Alexsander destaca o grande interesse que eles demonstraram no laboratório de física do IFSC/USP, na Área II do Campus.

Foto: DivulgaçãoAté o final deste módulo - novos módulos do projeto eventualmente poderão ser lançados após o mês de dezembro -, Alexsander espera contribuir para a motivação dos alunos pelo estudo de ciências - exatas, biológicasou humanas -, de maneira que esses jovenspossam ingressar numa universidade pública de qualidade. "Acredito que os estudos são capazes de mudar vidas e é por esse motivo que espero auxiliar os alunos participantes deste projeto", enfatiza. 

Giovanna Patriarcha, de 17 anos, sempre gostou de ciências exatas. Ela participa do projeto e tem como objetivo cursar astrofísica no IFSC/USP. "A minha expectativa é fazer vários experimentos e abranger meu conhecimento sobre a física", diz a jovem estudante, elogiando o fato de a iniciativa aproximar os alunos da Universidade. Além de Giovanna, o estudante Leandro de Brito Carvalho, de 17 anos, também integra o projeto. Assim que finalizar o ensino médio, pretende cursar engenharia civil no campus USP São Carlos. Mais do que entender o papel da física em seu cotidiano, Leandro quer se familiarizar com o seu eventual futuro ambiente acadêmico: "Como pretendo estudar na USP, espero, através do projeto, interagir com alunos da USP". 

*Com a parceria com empresas/centros de ensino e pesquisa - incluindo todas as unidades do campus USP São Carlos -, o CIS-USP SCtem como objetivo promover a educação de comunidades de baixa renda que residem na cidade de São Carlos, atendendo prioritariamente os moradores que vivem nas proximidades da área II do campus.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias