Menu
sexta, 04 de dezembro de 2020
Trabalho inovador

Projeto de universitários de São Carlos é referência para o mercado

Através das atividades e consultorias oferecidas, empresas juniores têm conseguido implementar novas tecnologias em vários segmentos

26 Out 2020 - 06h20Por Redação
Projeto de universitários de São Carlos é referência para o mercado - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A Edificar Jr. (Empresa Júnior de Engenharia Civil) e a Materiais Jr. (Empresa Júnior de Engenharia de Materiais), são projetos de universitários da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) que tem levado a inovação da universidade para o mercado, através de projetos e consultorias que oferecem, ajudando seus clientes na implementação de novas tecnologias para resolver problemas do dia a dia.

São duas empresas juniores. A Edificar realizam a modelagem 3D para o novo espaço do Onovolab (Centro de Inovação para Empresas e Startups), que estava sendo desenvolvido em São Carlos. A arquiteta da empresa demostrou-se interessada em realizar o projeto com a Empresa Jr, pois a modelagem 3D realizada pelos universitários deixaria a apresentação do novo espaço com um mais visual atraente para todos os colaboradores e parceiros que utilizam o local. Dentro do projeto, também foi feito um vídeo que ajudaria a dar uma maior visibilidade da nova infraestrutura para os seus clientes.

O projeto foi realizado em três etapas. Primeiro a modelagem com o software da parte “mais grossa”, expressão utilizada pelos estudantes para se referir à parte estrutural externa do espaço (paredes, piso, telhado, cobertura, etc.). Posteriormente foi a parte do interior que foi bem desafiador para a Empresa Júnior, pois o nível de detalhamento era elevado. Finalmente, teve a última etapa, consistiu na renderização dinâmica da modelagem, para produzir o vídeo que seria entregue para o cliente.

Augusto Schiapati Borges, estudante de Engenharia Civil da UFSCar e assessor de relações externas na Edificar Jr. participou de todas as etapas do projeto e comentou sobre o impacto que gerado para o cliente. “Ter uma estrutura legal era muito importante para o nosso cliente e os seus parceiros, e quando a gente fez a modelagem conseguimos tirar do 2D e tornar realidade, um layout que ainda não existia e estava só na imaginação do nosso cliente”. 

Durante todas as etapas do projeto, foi realizada uma validação constante com o cliente, com o objetivo de atender todas as necessidades e cumprir as expectativas. Após a entrega do projeto, realizada em fevereiro desse ano, foi publicado o vídeo da modelagem nas redes sociais do cliente e na época, contava com mais de vinte mil reproduções.

Com relação à Materiais Jr, os universitários realizaram a seleção de materiais para uma empresa que necessitava desenvolver alternativas para um equipamento odontológico. O produto era uma espécie de “vidro” resistente, que bloqueasse a passagem de raios UV na hora da sua utilização. Dessa forma, o projeto também teve três etapas. Uma primeira etapa consistiu no estudo de um polímero, ou acrílico que servia como base na elaboração do produto. Igualmente, foi estudado a interação desse acrílico com chumbo e bismuto, elementos que seriam utilizados para bloquear os raios UV, sem perder as propriedades óticas do produto, ou seja, a sua transparência.

Uma última etapa foi a procura de materiais alternativos, que cumprissem a mesma função. Isto, com o objetivo de o cliente ter mais opções na hora de desenvolver o seu produto. Eles também utilizaram um software com distintas informações sobre os materiais, com o intuito de escolher o material mais adequado. Finalmente, um relatório contendo todas as informações foi entregue para o cliente, que ficou contente com o resultado.

Otávio Guaiume, estudante de Engenharia de Materiais da UFSCar e diretor de Projetos da Materiais Jr, relatou a experiência de ter vivenciado o projeto. “A nossa cliente tinha a dificuldade de enxergar alternativas para os materiais utilizados, através dos nossos conhecimentos conseguimos ajudá-la, o que possibilitou o desenvolvimento do novo equipamento. Isso foi muito gratificante”.

Empresas Juniores são empresas sem fins lucrativos que oferecem serviços e consultorias como empresas comuns do mercado, geralmente por preços 35% abaixo do mercado. Além disso, são completamente geridas por alunos da graduação com respaldo de professores da universidade. O objetivo é fomentar o empreendedorismo no meio universitário e colocar em prática o conhecimento adquirido na sala de aula.

SOBRE O NÚCLEO SÃO CARLOS

O Núcleo São Carlos é responsável por representar e dar suporte às Empresas Juniores na região. São cerca de 1200 jovens, representando 53 empresas juniores das mais diversas áreas de atuação (19 delas pertencentes à UFSCar), em 12 cidades e 10 Instituições de Ensino Superior.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias