Menu
segunda, 18 de outubro de 2021
Cidade

Projeto da UFSCar busca pessoas obesas para avaliações fisioterápicas gratuitas

Pesquisa é realizada no Laboratório de Fisioterapia Cardiopulmonar da Universidade e busca voluntários

27 Out 2017 - 08h32
Projeto da UFSCar busca pessoas obesas para avaliações fisioterápicas gratuitas -

Reduzir custos da avaliação da aptidão cardiorrespiratória em obesos, tornando-a mais acessível e objetiva para a proposição de exercícios físicos como estratégia reabilitadora para a população obesa. Esse é o objetivo do projeto de iniciação científica "Equações de Referência do Consumo de Oxigênio para a população obesa em um protótipo de Degrau Ergométrico Portátil com software", desenvolvido no Laboratório de Fisioterapia Cardiopulmonar da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

O trabalho é realizado pela aluna do curso de graduação em Fisioterapia, Carla Farias Fagundes, com orientação de Audrey Borghi e Silva, docente do Departamento de Fisioterapia (DFisio) da UFSCar, e Luciana Di Thommazo Luporini, pós-doutoranda na Universidade.

A obesidade é uma doença crônica associada a efeitos metabólicos adversos e redução da capacidade funcional. De acordo com a pesquisadora, o consumo de oxigênio (VO2) obtido pelo teste de exercício cardiopulmonar é significativo para a avaliação da aptidão cardiorrespiratória de obesos, porém seu uso é restrito devido aos altos custos envolvidos. Diante disso, o degrau, proposto na pesquisa, "é um ergômetro economicamente viável, de fácil aplicação e interpretação, baixo custo e que utiliza espaço reduzido para avaliação da aptidão cardiorrespiratória em obesos", explica Fagundes. De acordo com ela, no entanto, é preciso estabelecer equações preditivas de VO2 para a população obesa nesse tipo de dispositivo (degrau), que incluam a faixa etária de 20 a 79 anos, facilitando o seu uso clínico. A intenção do estudo é desenvolver uma equação de predição de Consumo de Oxigênio que pode ser aplicada na prática clínica em obesos.

Para desenvolver o projeto, são convidados voluntários, homens ou mulheres, de 60 a 79 anos, com Índice de Massa Corporal acima de 30 kg/m², que tenham um estilo de vida sedentário (não poderão estar praticando mais de 2h30 por semana de atividade física) e que não sejam fumantes. Os participantes serão submetidos a avaliações fisioterápicas gratuitas da função pulmonar, da composição corporal e da capacidade funcional em degrau. Os interessados em participar devem entrar em contato com a pesquisadora até o dia 30 de novembro pelo telefone (16) 3306-6704 ou pelo e-mail projetolacap@gmail.com
Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 16737613.9.0000.5504).

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias