Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Carreata de protesto

Professores realizam manifesto contra fechamento de salas de aula e exoneração de professores aposentados

03 Dez 2020 - 15h35Por Marcos Escrivani
Professores realizam manifesto contra fechamento de salas de aula e exoneração de professores aposentados - Crédito: Maicon Ernesto Crédito: Maicon Ernesto

O ano pandêmico de 2020 termina com polêmica na Secretaria de Educação, com professores realizando manifesto na tarde desta quinta-feira, 3, que saiu da Vila Prado e terminou na sede da entidade, no cruzamento da Avenida São Carlos com a rua 13 de Maio, no centro de São Carlos.

Segundo professores ouvidos pelo portal, o motivo do protesto seria contra o fechamento unilateral de 49 salas de aulas de várias Cemeis, pelo direito do aumento salarial dos PIII se as aulas forem aumentadas e ainda pela exoneração dos professores aposentados.

“Queremos respeito e diálogo”, disse um professor que pediu para não ser identificado, temendo retaliação. Eles afirmaram ainda que o buzinaço que reuniu aproximadamente 200 veículos é a primeira ação dos professores de São Carlos contra possíveis atitudes consideradas absurdas por dirigentes da Educação. “Estamos em luto”, disse outra professora.

Nota da Prefeitura Municipal

A Secretaria Municipal de Educação de São Carlos esclarece que não tem por objetivo fechar salas da educação infantil (creches) em 2021. Seria um contrassenso considerando a política de ampliação de vagas realizada nos últimos quatro anos com a construção de 5 novas escolas e novas salas.
A atribuição de aulas ocorrerá normalmente no dia 14 de dezembro, para toda a Rede Municipal de Ensino.
 
Diante da pandemia do novo coronavírus, respeitando todas as orientações sanitárias, a Secretaria orientou todos os diretores e supervisores escolares para que realizem um trabalho ativo e determinado para completar as matrículas e oferecer à comunidade as vagas necessárias até o mês de fevereiro.
 
Em 2020 foram matriculados na educação infantil 12.200 alunos, um aumento 41,9% se comparado ao número de vagas ofertadas em 2017. Já no ensino fundamental eram atendidos 5.592 alunos em 2017, passando esse ano para 6.283 matriculados, um aumento na rede de 12,4%. Na Educação de Jovens e Adultos (EJA) o aumento no número de vagas foi de 12,6%, passando de 461 alunos para 519. 
 
No total a expansão da rede municipal de ensino foi de 29,7% (2017/2020). Em 2017 a rede atendia 14.697 alunos na educação infantil e no ensino fundamental, hoje são 19.066. A partir de 2017 foram abertas 2.060 novas vagas na educação infantil e 527 no ensino fundamental.
 
A Secretaria Municipal de Educação reafirma o compromisso com a oferta de vagas.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias