Menu
sábado, 15 de maio de 2021
Cidade

Prefeitura libera trânsito na Carlos Botelho

18 Jun 2012 - 18h46
0 - 0 -

A Prefeitura liberou no final da tarde desta segunda-feira (18), o trânsito na avenida Dr. Carlos Botelho, entre a avenida São Carlos e a rua José Bonifácio, trecho onde aconteceram as obras da substituição do pavimento e que integram o programa Recape São Carlos.

Neste trecho a Prefeitura fez a substituição total do pavimento, inclusive com a retirada do paralelepípedo, mudança da adutora, colocação de ramais intermediários para próximo das calçadas, nos dois lados da via, e a substituição das ligações de água dos imóveis.

Depois de lançar o Binder, que é uma camada que antecede a capa asfáltica, e a readequação da sarjeta, a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito religou os semáforos naquela região e liberou o transito também nas transversais, a Nove de Julho e a José Bonifácio.

O secretário municipal de Planejamento e Gestão, Rosoé Donato, explicou que esta camada é resistente e será implantada nos outros trechos da obra também, já que o objetivo é passar a capa asfáltica, desde a avenida São Carlos até a Santa Casa, de uma só vez, evitando que haja emenda no pavimento.

Ainda segundo ele, como existe previsão de chuva para próximos dias, não será possível começar um novo trecho imediatamente. “Como nós temos previsão de chuva até a próxima sexta-feira ou sábado, assim que ela cessar nós daremos início a um novo trecho de três quarteirões, a partir da rua José Bonifácio até Visconde de Inhaúma”, revelou.

Quanto ao tempo de obras em cada trecho, Rosoé Donato deixou claro que ele é de aproximadamente 15 dias em cada quarteirão, dependo aí daquilo que a empresa responsável pela obra vai encontrar com a retirada do asfalto e do paralelepípedo.

Sobre o tempo de interdição o secretário relata que a Prefeitura tem feito tudo para diminuí-lo, mas tudo vai depender da situação encontrada também em relação à adutora e os ramais de ligação de água dos imóveis.

“Em comum acordo com a empresa responsável pela obra nós optamos por executar de três em três quarteirões. Isso dá uma boa frente para a empresa produzir, causando o menor transtorno possível, inclusive na questão do desvio do trânsito”, concluiu Donato.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias