Menu
domingo, 12 de julho de 2020
Descarte

Prefeitura de São Carlos muda realidade dos ecopontos e vizinhos agradecem

Locais estão organizados, mas parte da população insiste no descarte irregular

26 Mai 2020 - 08h35Por Redação São Carlos Agora
Fotos mostram situação antes e depois no ecoponto do São Carlos 8 - Crédito: São Carlos AgoraFotos mostram situação antes e depois no ecoponto do São Carlos 8 - Crédito: São Carlos Agora

Os Ecopontos de São Carlos passaram por recente reforma. O que antes era um incômodo para os vizinhos, transformou-se em espaço adequado para o descarte de resíduos. No entanto, parcela da população não encara esses locais como imprescindíveis para a preservação do meio ambiente e insistem em depositar todo o tipo de lixo de forma inadequada.

Neste feriado antecipado, o São Carlos Agora visitou quatro Ecopontos. Todos impecáveis e organizados. Mas, do lado de fora, as cenas não agradam.

O Cidade Aracy ganhou um local adequado de descarte na Avenida Arnoldo de Almeida Pires. Os trabalhadores da empresa que gere o espaço, a Terraplana, disseram que estão todos os dias para receber o resíduo sólido produzido pela população. Mesmo assim, alguns preferem o depósito irregular do lixo. “Eles passam por aqui, com o portão aberto, pronto para recebê-los, e mesmo assim jogam o lixo no final da quadra. Eu não entendo isso”, desabafou um funcionário, que não se identificou. Para conceder entrevistas, eles precisam pedir para a chefia da terceirizada.

As imagens confirmam o depoimento do trabalhador do Ecoponto. De lixo orgânico a vasos sanitários e sofás. É possível encontrar de tudo no final da Avenida que abriga o local de descarte.

São Carlos 8

Quase todas as semanas, o Ecoponto do São Carlos 8 era presença garantida no noticiário do São Carlos Agora, seja pelo descarte irregular ou atos de vandalismo e incêndio. “Aqui a gente tinha que dividir o espaço nas calçadas com os ratos e baratas”, lembra Sônia Custódio, que mora na região.

Ela destaca que o Ecoponto murado e organizado trouxe um alívio a quem mora na região. “Está bem limpo. Melhorou bastante”, resumiu.

Os catadores, porém, dizem que algumas pessoas não entendem o espírito dos Ecopontos. “Aqui é um espaço para pouco resíduo. Quando a gente informa isso para a pessoa, ela fala: ‘ah, então eu despejo um pouco aqui e o resto no final da rua’”, relatou um dos trabalhadores à reportagem.

Segundo eles, em muitas ocasiões, quando chegam ao trabalho, precisam recolher o lixo que é despejado no portão do Ecoponto, inclusive lixo orgânico.

No final da Avenida Capitão Luiz Brandão, a uma quadra do Ecoponto, flagramos resíduos sólidos e lixo orgânico, conforme o relato dos catadores.

Jardim Ipanema e Paulistano

Marta Gonçalves da Silva separa livros para estudantes. (foto SCA)

Outro Ecoponto visitado pela reportagem fica localizado na Rua Renato Talarico Lima Pereira, no Jardim Ipanema. Neste local, os funcionários não deram detalhes da rotina, mas a situação de descarte irregular é confirmada a duas quadras dali, perto do campus 2 da Universidade de São Paulo, a USP.

Na rua Indalécio de Campos Pereira, no Jardim Paulistano, o Ecoponto, além de organizado, possui uma biblioteca, que é cuidada com esmero por Marta Gonçalves da Silva, catadora de recicláveis. “Com esse coronavírus, o movimento diminuiu bastante, mas eu continuo separando os livros dos entulhos e fazendo doações para estudantes e quem gostar de leitura”, comentou.

Diferente dos demais Ecopontos, no Paulistano a reportagem não encontrou resíduo descartado irregularmente.

Medidas

O secretário de Serviços Públicos, Mariel Olmo, confirma que o problema dos Ecopontos, ainda, é o descarte irregular. “É algo que não dá para entender, pois os Ecopontos estão abertos todos os dias”.

Para frear o descarte irregular, Mariel, em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança Pública, coordenada pelo coronel Samir Gardini, pretende dotar de monitoramento por câmeras as imediações dos Ecopontos. “Também estudamos o envio de um projeto de lei à Câmara visando multar quem joga o lixo de forma irregular”, comentou.

Hoje, os Ecopontos consomem mais de R$ 150 mil/mês para a manutenção. Além dos espaços citados na reportagem, a cidade possui um Ecoponto no Jardim Medeiros.

Horário de funcionamento

Os ecopontos em São Carlos funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados e domingos, das 8h às 12h. As unidades recebem resíduos de construção civil, além de móveis, colchões, poda de árvore e, também, material da coleta seletiva. O descarte permitido é de até um metro cúbico por pessoa, ou seja, o volume que cabe em um veículo utilitário pequeno.

Confira os endereços dos 5 ecopontos da cidade: São Carlos VIII - Rua Capitão Luiz Brandão, 1.847; Jardim Paulistano - Rua Indalécio de Campos Pereira, 1.120; Jardim Ipanema - Rua Renato Talarico Lima Pereira, 299; Cidade Aracy - Avenida Arnoldo Almeida Pires, 1.507 e Jardim Medeiros - Rua Aristodemo Pelegrini, s/nº.
Ecoponto do São Carlos 8 foi totalmente reformado. (Foto Maycon Maximino) - Crédito: São Carlos AgoraEcoponto do São Carlos 8 foi totalmente reformado. (Foto Maycon Maximino) - Crédito: São Carlos AgoraEcoponto do São Carlos 8 foi totalmente reformado. (Foto Maycon Maximino) - Crédito: São Carlos AgoraLixo e entulho descartado pela população perto do ecoponto do São Carlos 8. (foto Maycon Maximino) - Crédito: São Carlos AgoraLixo e entulho descartado pela população perto do ecoponto do São Carlos 8. (foto Maycon Maximino) - Crédito: São Carlos AgoraAntes considerado um lixão, hoje ecoponto no São Carlos 8 é limpo e organizado - Crédito: São Carlos AgoraAntes considerado um lixão, hoje ecoponto no São Carlos 8 é limpo e organizado - Crédito: São Carlos AgoraAntes considerado um lixão, hoje ecoponto no São Carlos 8 é limpo e organizado - Crédito: São Carlos AgoraCrédito: São Carlos AgoraEcoponto do Jardim Ipanema - Crédito: São Carlos AgoraMesmo com ecoponto ao lado, população descarta entulho onde não deveria no Jardim Ipanema - Crédito: São Carlos AgoraMesmo com ecoponto ao lado, população descarta entulho onde não deveria no Jardim Ipanema - Crédito: São Carlos AgoraMesmo com ecoponto ao lado, população descarta entulho onde não deveria no Jardim Ipanema - Crédito: São Carlos AgoraMesmo com ecoponto ao lado, população descarta entulho onde não deveria no Jardim Ipanema - Crédito: São Carlos AgoraEcoponto no Jardim Paulistano - Crédito: São Carlos AgoraEcoponto do bairro Cidade Aracy - Crédito: São Carlos AgoraEcoponto do bairro Cidade Aracy - Crédito: São Carlos AgoraEcoponto do bairro Cidade Aracy - Crédito: São Carlos AgoraEcoponto do bairro Cidade Aracy - Crédito: São Carlos AgoraLixo e entulho do lado de fora do ecoponto no Cidade Aracy - Crédito: São Carlos AgoraLixo e entulho do lado de fora do ecoponto no Cidade Aracy - Crédito: São Carlos AgoraLixo e entulho do lado de fora do ecoponto no Cidade Aracy - Crédito: São Carlos AgoraLixo e entulho do lado de fora do ecoponto no Cidade Aracy - Crédito: São Carlos AgoraCrédito: São Carlos Agora
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias