Menu
sábado, 15 de maio de 2021
Cidade

Praça no Jardim Belvedere recebe nome de Ely Paulo Venâncio

14 Set 2012 - 14h24
0 - 0 -

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade o projeto de lei No.421, de autoria do vereador Lineu Navarro (PT), que dá a denominação de "Praça Ely Paulo Venâncio" à  praça localizada entre a Rua Coronel Leopoldo Prado e a Rua Silvio Cruz, na entrada do Jardim Social Belvedere, na zona norte da cidade. O projeto - que homenageia o metalúrgico e apicultor falecido em março deste ano - foi apreciado na sessão plenária da última terça-feira (11).

A praça numa área de acesso ao bairro Belvedere existe há bastante tempo e nos últimos anos passou por uma completa requalificação, cujas obras foram realizadas com recursos de emenda parlamentar do vereador Lineu. Foram construídas novas calçadas, nova escada, providenciada colocação de bancos de madeira, plantio de árvores e grama, revisão da iluminação e abertura de nova rua lateral. As obras propiciaram mais uma entrada para o Jardim Social Belvedere. 

Segundo o vereador, o histórico de vida de Ely Paulo Venâncio justifica a homenagem expressa com a denominação deste equipamento público que continuará sendo utilizado por grande número de pessoas, particularmente crianças e jovens.

Nascido na cidade de Brotas em 27 de julho de 1945, Ely Paulo Venâncio era o caçula dos seis filhos do casal Benedicto Venâncio e Feliciana das Dores Taboga, que em 1947, em busca de melhores oportunidades mudaram-se com os filhos para São Carlos. Ely aprendeu as primeiras letras na Escola Estadual Eugênio Franco e cresceu brincando nas ruas de terra da Vila Prado, onde  ainda menino, presenciou em 1955 a colocação dos sinos na recém-acabada torre da Igreja de Santo Antonio.

http://media.saocarlosagora.com.br/_versions_/uploads/elypraca-2_s300.jpgUM TRABALHADOR EXEMPLAR - Nas décadas de 50 e 60, a indústria são-carlense solidificava-se com a instalação de fábricas de geladeiras, compressores, tratores. Buscando qualificação profissional, Ely passou a estudar na Escola Industrial da Vila Nery, onde aprendeu o ofício de metalúrgico, profissão que vai exercer até se aposentar.

Em 1967, conheceu Carmen, jovem recém-chegada da cidade de Itápolis e, depois de três anos de namoro, casaram-se em setembro de 1970. Da união do casal, nasceram os filhos Ely Aparecido Venâncio e Rodrigo Clayr Venâncio.

Em 1977, a família mudou-se para o Jardim Cruzeiro do Sul, bairro ainda em formação na cidade, onde conquistou muitos amigos e morou até o falecimento de Ely, em março de 2012.

Homem de grande inteligência e afeito a novos desafios, tão logo se aposentou, na década de 90, Ely iniciou-se na arte da apicultura. Ao lado de sua fiel companheira e esposa começaram com apenas alguns enxames, mas a paixão pelas abelhas e o perfeccionismo em tudo que fazia o levou a tornar-se um grande produtor de mel.

Em suas paixões futebolísticas, o Palmeiras e o São Carlos Futebol Clube eram as alegrias e as tristezas dos finais de semana, pois era um torcedor fanático, daqueles que com seu radinho de pilha ouvia e se emocionava a cada lance.

Em 2010, tornou-se avô; avô daqueles que brincava no chão com os netos, João Batista Venâncio, filho do Rodrigo, e Lucas Peres Venâncio, filho do Ely; com seu amor e carinho já ensinava as primeiras palavras e passos aos tão queridos netos.

No ano de 2011, comemorou Bodas de Seda com sua esposa Carmen, após 41 anos de união matrimonial. Faleceu em São Carlos em 25 de março de 2012, com 66 anos de idade.

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias