domingo, 14 de agosto de 2022
Baixa e média complexidade

Parceria entre Santa Casa e Prefeitura de Brotas beneficiará pacientes que necessitam de cirurgias eletivas

Após fechamento de contrato, deverão ser realizadas 150 procedimentos para a cidade vizinha

10 Jan 2022 - 06h57Por Redação
O Secretário de Saúde de Brotas em reunião com os representantes da Santa Casa - Crédito: Assessoria Santa CasaO Secretário de Saúde de Brotas em reunião com os representantes da Santa Casa - Crédito: Assessoria Santa Casa

A Santa Casa de São Carlos recebeu, nesta quinta-feira (06), a visita do Secretário Municipal de Saúde de Brotas, Marcelo José Olivato, para a assinatura de um contrato para a realização de um mutirão de cirurgias eletivas de baixa e média complexidade para a cidade vizinha, conhecida como capital nacional dos esportes de aventura. O convênio com a Prefeitura de Brotas não vai interferir nos procedimentos eletivos dos pacientes de São Carlos e região coração (Ibaté, Descalvado, Dourado, Porto Ferreira e Ribeirão Bonito.

Ele foi recebido pelo Gerente Comercial da Santa Casa, Marcus Petrilli, pelo Vice-Diretor Técnico, Roberto Muniz Junior, pelo Diretor Administrativo e Operações, Mário Calderaro e pela Analista do Departamento Comercial da Santa Casa, Jennifer Marascalchi. Também participaram da visita o Escriturário de Regulação de Brotas, Vitor Lourenço Bertocco, e o Chefe da Seção de Compras da Saúde de Brotas, Ariel Carneiro Figueiredo.

Os pacientes de Brotas vão fazer as cirurgias na Santa Casa, depois de um processo licitatório. Para o Gerente Comercial da Santa Casa, Marcus Petrilli, a escolha do hospital só reforça o reconhecimento da Instituição como referência regional. “Essa é uma cota excedente a demanda SUS que os municípios têm. A Santa Casa pela sua excelência tem feito parcerias com outras cidades, principalmente para procedimentos cirúrgicos, para diminuir a fila de espera desses pacientes”.

O Gerente Comercial explica que a cota excedente significa que todo município tem uma cota específica para a realização de procedimentos, mas isso não é suficiente para o atendimento integral à população e a consequência é o aumento, cada vez maior, da fila de espera para atendimento dos pacientes. “Os gestores municipais têm buscado a Santa Casa para eliminar essa fila e garantir, em tempo hábil, os procedimentos cirúrgicos para pacientes que aguardam há muitos anos nas filas”, afirma.

A Santa Casa de São Carlos tem um plano de expansão para oferecer serviços médicos para municípios em um raio de 100 km. O plano começou em 2021 com apenas 2 cidades e hoje já são 14 com contratos. Essas parcerias são importantes, tanto para dar atendimento de qualidade para quem necessita, como também para agregar recursos e otimizar a capacidade operacional da Santa Casa.

O Secretário de Saúde de Brotas, Marcelo José Olivato, afirmou que a expectativa para o início do mutirão é muito grande. “É um hospital com excelente estrutura para atender essa demanda que estamos contratando. Considerando toda demanda reprimida de pacientes, que aguardam por cirurgias eletivas há pelo menos 2 anos, coincidindo com o período da pandemia, queremos atender bem a população que sofre com problemas de saúde”, comenta.

Ele também ressaltou o motivo da escolha da Santa Casa de São Carlos. “É um hospital no qual temos a confiança e a segurança de que nossos pacientes serão bem assistidos e com bom retorno para suas casas. Nesse primeiro mutirão, serão feitas cirurgias gerais de hérnia, hemorroidas, vesículas biliares, ginecológicas e também vasculares”.

As cirurgias estão previstas para começar nas próximas semanas, depois dos procedimentos de triagem e exames pré-operatórios dos pacientes. 

Para o Vice-Diretor Técnico da Santa Casa, Roberto Muniz Júnior, essas parcerias só engrandecem o nome da Instituição e a marca de qualidade dos serviços de saúde prestados em toda a região. “O foco principal do hospital é o paciente. A cada novo mutirão que realizamos em parceria com os diversos municípios vizinhos, levamos saúde e qualidade de vida a pessoas que, muitas vezes, estão há anos à espera de uma cirurgia eletiva. E, além disso, as prefeituras que contratam os nossos serviços têm a confiança e a segurança de que os cidadãos terão um atendimento diferenciado, tanto pela competência dos nossos profissionais como pelo tratamento humanizado dispensado aos pacientes”, ressalta.

Leia Também

Últimas Notícias