Menu
quarta, 30 de setembro de 2020
Cidade

"Parcelamento Decreto COVID-19 1/12" na conta de água; SCA esclarece

06 Ago 2020 - 15h53Por Redação São Carlos Agora
"Parcelamento Decreto COVID-19 1/12" na conta de água; SCA esclarece - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Leitores entraram em contato com o SCA via Whatsapp com dúvidas em relação a conta de água que chegou neste mês. Eles querem saber do que se trata o item "Parcelamento Decreto COVID-19 1/12" na descrição da cobrança.

O portal entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal.

A resposta segue abaixo:

Desde abril, em virtude da redução do número de leituristas devido ao afastamento dos servidores enquadrados em grupos de risco, o SAAE alterou o método de cobrança do consumo das contas mensais, aplicando os valores médios de consumo dos últimos 6 meses registrados nos históricos de leituras, em consonância com a Resolução ARES-PCJ nº 345, de 23 de março de 2020. Já em junho em alguns setores da cidade a leitura presencial já começou ser realizada novamente.

A autarquia garante que nesse período de quarentena o consumo de água nas residências tem aumentado significativamente devido as escolas, universidades e creches estarem com atividades paradas, bem como o fechamento parcial do comércio em geral, de clubes e academia, com isso mais pessoas ficaram em casa redobrando os cuidados com higiene, o que contribuiu para o aumento de consumo.

As contas objeto de questionamento referem-se ao consumo real do imóvel, resultado da diferença apurada entre o consumo do período de aplicação das médias (abril e maio), em função daquele efetivamente consumido e registrado pela leitura real (junho). “Em virtude das reclamações vamos adotar um novo critério para resolver essa questão para não prejudicar nem o usuário e nem o SAAE porque o consumo foi real. Quem teve esse acúmulo com a leitura vamos fazer uma nova cobrança sobre a média e os valores excedentes serão cobrados em 12 meses, porém escalonada a partir da faixa zero de cobrança do metro cúbico, o que vai diminuir o valor da conta de junho. Antes nós somamos os três consumos (dois meses pela média e um pela leitura real) e dividimos por 3, automaticamente a faixa do metro cúbico foi maior em virtude da tabela de valores”, explica Lucimara Zambon, gerente de Controle de Micromedição do SAAE.

Como exemplo, para melhor esclarecimento, o SAAE demonstrou uma situação onde o usuário que recebeu a fatura de abril de 2020 com um consumo de 10 m³, mas na verdade consumiu 15 m³, e o mesmo fato ocorreu no mês de maio de 2020. Em junho, quando houve a leitura, o consumo veio acumulado, além da cobrança do consumo do próprio mês de junho, foram lançados na conta os 10 m³ não cobrados nas duas faturas anteriores (5 m³ de cada mês). E deve-se considerar que devido a esse acúmulo, as contas têm vindo com os valores acima do habitual, pois atingiram uma faixa de cobrança maior (tabela de valores abaixo).

O presidente do SAAE, Benedito Marchezin, alerta, que o serviço de leitura foi retomado em toda a cidade desde 01/07/2020, e que em virtude da leitura real, poderá haver os devidos ajustes para quem consumiu abaixo ou acima da média, nas faturas posteriores sem prejuízos para os usuários. “Desde o início da pandemia, do isolamento social, registramos um aumento significativo no consumo, mais de 10% na demanda e os usuários não ficaram atentos que a mudança na faixa de consumo altera os valores da conta. Agora a solução encontrada foi fazer um escalonamento da diferença apurada, o que vai proporcionar uma diminuição de até 40% em cada conta”, afirma Marchezin.

O SAAE orienta aos usuários, cujo consumo real registrado excedeu a média de consumo habitual, a entrarem em contato com a autarquia para análise da conta e demais orientações através dos seguintes canais de atendimento: pelos e-mails leitura@saaesaocarlos.com.br atendimento@saaesaocarlos.com.br ou pelos telefones (16) 3371-9000 ou 0800-111-064. A ligação é gratuita.

Confira os valores das tabelas/faixas cobradas por metro cúbico de água e esgoto:

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias