Menu
sábado, 27 de novembro de 2021
Cidade

Palestra para agricultores familiares de São Carlos estimula a produção e venda regularizada

08 Dez 2011 - 20h11
0 - 0 -

A agricultura familiar está em plena ascensão em São Carlos, o que é fruto de políticas públicas que estimulam esse tipo de produção de alimento, que gera emprego e renda aos pequenos agricultores. Nesse sentido, a Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, realizou nesta quarta-feira (7) uma palestra com profissionais do Banco do Brasil e da Casa da Agricultura do Estado sobre linhas de crédito e financiamento voltado para agricultores familiares. O evento foi realizado no Centro Tecnológico de Agricultura Familiar (CETAF) e contou com a presença de cerca de 150 pessoas, principalmente produtores de assentamentos rurais, e ainda a secretária de Agricultura e Abastecimento, Regina Bortolotti, técnicos da secretaria e palestrantes.

Durante a abertura da palestra, a secretária explicou o funcionamento da secretaria em São Carlos, que realiza a compra de alimentos pelo PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e PNAE/FNDE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), ambos do Governo Federal. Tais produtos serão estocados no Banco de Alimentos local, que, posteriormente, irão abastecer as duas unidades dos restaurantes populares, as escolas que fornecem merenda e ainda darão subsídio a instituições de caridade. Diariamente, são produzidas cerca de 2 mil refeições nos restaurantes populares, 780 cafés da manhã distribuídos a trabalhadores rurais, além de 63 mil refeições produzidas para a alimentação escolar e até 400 quilos de hortifrutigranjeiros que cada instituição de caridade cadastrada pode retirar na secretaria.

Por determinação do ex-presidente Lula, pelo menos 30% da aquisição desses produtos deve ser oriundo da agricultura familiar, o que estimula a produção pelo pequeno agricultor, que tem para quem vender, o que gera emprego e renda. Os agricultores são incentivados a regularizarem sua situação para poderem participar dessas vendas. "Para que vocês, pequenos produtores, possam vender legalmente, devem possuir o DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) exigido pelo Pronaf e pelo Governo Federal. Hoje vocês receberão orientações sobre como retirar esse documento", esclarece a secretária.

O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) financia projetos individuais ou coletivos, que gerem renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. O programa possui baixas taxas de juros dos financiamentos rurais, além das menores taxas de inadimplência entre os sistemas de crédito do país.

A DAP, que será emitida segundo a renda anual e as atividades exploradas, direcionará o agricultor para as linhas específicas de crédito a que tem direito. "A produção de alimentos é muito grande em São Carlos e por isso precisamos de vocês, agricultores, e dos produtos de qualidade que nos oferecem. Com esse programa, não compramos quase nada dos grandes produtores, mas sim das pessoas que dão o sangue nos assentamentos como vocês, que agora podem trabalhar e tem para quem vender a um preço bom", ressaltou.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias