Menu
sexta, 10 de julho de 2020
Morte de Tiago

Pai não acredita em afogamento de filho, faz BO e pede investigação

26 Mai 2020 - 15h24Por Marcos Escrivani
Tiago morreu afogado em cachoeira - Crédito: Arquivo pessoalTiago morreu afogado em cachoeira - Crédito: Arquivo pessoal

“Uma dor insuportável. Sinto muito a falta do Tiago. Ele se foi e fica um vazio. Quando o vi pela última vez, senti um calafrio muito grande e foi no dia em que minha esposa completou 57 anos”.

Com esta frase o vigilante Wilson Pereira de Oliveira, 52 anos, procurou traduzir os sentimentos que mexem com o seu dia a dia, desde a confirmação da morte do seu filho Tiago, 21 anos, que era ajudante de entregador de leite, provavelmente ocorrida sexta-feira, 22. Maria Lúcia Pereira de Oliveira, auxiliar de limpeza, mãe, completou 57 anos no mesmo dia. A família reside na rua Durval Santângelo, no São Carlos 8.

Na causa mortis, consta que Tiago morreu afogado. Entretanto o pai contesta tal afirmação. Foi até o plantão policial no domingo, deu sua versão, fez boletim de ocorrência e pediu uma investigação mais apurada.

MORTE POR AFOGAMENTO

Consta que Tiago teria ido com colegas até uma cachoeira localizada às margens da rodovia Professor Luís Augusto de Oliveira, considerada uma área de lazer para várias pessoas. Na tarde de sexta-feira, 22, foi visto pela última vez e naquele mesmo dia, a família teve a informação que o rapaz teria caído na água e não retornou mais.

O Corpo de Bombeiros foi acionado fez buscas na sexta-feira, 22, sábado, 23 e no domingo, 24, no início da tarde, localizou o corpo de Tiago. No laudo consta morte por afogamento.

PAI NÃO ACREDITA

Na tarde desta terça-feira, 26, Wilson Oliveira recebeu o São Carlos Agora para tornar público a sua indignação. Reforçou o fato de não acreditar que o filho tenha morrido afogado e deu sua versão.

Em férias, Wilson fica em casa durante todo o dia e naquela sexta-feira, 22, disse que sentiu calafrios, como se fossem sinais que algo poderia ocorrer.

“Lembro que um carro escuro parou em frente de casa e tinha quatro mulheres e um homem. Uma moça desceu e chamou pelo Tiago. Disse que ele não estava e ela foi embora. Minutos depois meu filho chegou com sua moto e foi tomar banho. A moça retornou e perguntou por ele novamente”, contou o pai. “O Tiago saiu do banho, saiu, mas não disse para onde ia”, emendou.

“Me deu um grande calafrio”, contou. Wilson disse que pelo vão do portão e viu que Tiago foi até a casa onde estaria as mulheres e o rapaz. Tal residência fica na mesma rua. “Foi a última vez que vi ele”.

Wilson disse que tudo isso aconteceu por volta das 14h. Como Tiago não dava notícias, por volta das 19h o pai ligou para o filho e a chamada caiu na caixa postal. “Fiz isso porque meu filho sempre me avisava quando ia demorar”, justificou.

Neste interim, a namorada de Tiago (Thaili) foi até a sua casa e disse a Wilson que não conseguia falar. “As ligações não completavam. A menina foi até a casa onde ele estava com aqueles jovens do carro, mas uma moça disse que não poderia falar nada”, afirmou. “Neste momento a Thaís estava chorando”.

Wilson disse ainda que foi com a família até a tal casa. “Naquele momento me disseram que o Tiago caiu na cachoeira, escorregou e não voltou mais”, contou.

ELE SABIA NADAR

À reportagem Wilson enfatizou que o filho sabia nadar e que na tal cachoeira havia muitas pedras. “Mas não tem propriamente uma cachoeira. E os colegas dele me disseram que ele estava sobre uma pedra, escorregou e caiu. Mas ele sabe nadar”, reforçou.

“ARMARAM”

Indignado e ressentido, Wilson acredita que “armaram” para seu filho. “O Tiago era trabalhador e nossa família é querida no bairro. Muitos vizinhos têm o mesmo pensamento que eu. Pelo que conheço, armaram para meu filho”, reforçou, salientando que foi até o plantão policial para prestar queixa. “Pedi para que tudo seja investigado. O motivo desta matéria é o fato de um pai querer saber a verdade sobre a morte do filho. Mas tenho certeza que ele não morreu afogado”, finalizou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias