Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Cidade

O projeto de São Carlos é a Cidade da Bioenergia

25 Abr 2009 - 12h43Por Redação São Carlos Agora
O prefeito Oswaldo Barba (PT) reafirmou hoje, em entrevista à imprensa, sua posição com relação a disputa que se formou sobre a sede da Agrishow.

“Nosso compromisso sempre foi pela Cidade da Bioenergia e com ela teremos espaços permanentes para a realização de feiras, encontros, exposições. A decisão sobre a Agrishow é da promotora da feira, ou seja, da Abimaq. Posso garantir que tudo que cabe à Prefeitura está sendo feito rigorosamente dentro dos prazos estabelecidos. Estou mais confiante do que nunca”, enfatizou o prefeito.

“Estamos realizando o projeto executivo da Cidade da Bioenergia, dentro de alguns dias ele será concluído”, observou o prefeito. A partir daí, o próximo passo é encaminhá-lo ao governo federal, que decidirá de quais Ministérios sairão os recursos.

“Ao governo federal cabe um investimento de cerca de R$ 50 milhões, que não sairá de apenas um Ministério”, explica o prefeito. À Prefeitura coube investir cerca de R$ 7 milhões, enquanto que a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas (Abimaq) investirá os outros R$ 25 milhões.

Para o prefeito Oswaldo Barba a discussão de onde ficará a Agrishow não deveria ser o foco das atenções. “A Cidade da Bioenergia abrigará grandes eventos o ano todo e, mais do que isso, é um projeto estratégico para o país, pois reunirá o que de mais moderno e atual existe na área dos biocombustíveis”, salientou.

Agrishow

No entanto, mesmo com a assinatura de um protocolo de intenções entre a Abimaq e a Secretaria Estadual de Agricultura que cede por mais 5 anos a área onde hoje é realizada a feira, o presidente da Abimaq, Luiz Aubert Neto, declarou para o jornal Gazeta de Ribeirão (edição de 24 de abril), que isso não garante a permanência da feira em Ribeirão Preto.

"Simplesmente renovamos o contrato, que é uma espécie de contrato de aluguel. Mas mantemos o nosso compromisso com São Carlos. Temos um protocolo de intenções com a cidade, o cronograma está sendo mantido e não podemos jogar tudo isso no lixo", disse Aubert ao jornal.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias