Menu
sexta, 07 de agosto de 2020
Cidade

Novas coberturas dos pontos de ônibus da baixada devem ser entregues em 90 dias

08 Jul 2020 - 17h44Por Da Assessoria de Imprensa
Novas coberturas dos pontos de ônibus da baixada devem ser entregues em 90 dias - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

As coberturas dos pontos de ônibus localizadas na Praça dos Voluntários, tanto na avenida São Carlos quanto na rua Dona Alexandrina, estão sendo substituídas pela Prefeitura de São Carlos. As obras começaram em março, mas sofreram atraso no cronograma devido a pandemia do novo coronavírus.

O modelo anterior foi instalado em 2016 em ferro e policarbonato e custou R$ 129.635,37, porém foi constado um desconforto térmico muito grande. Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) apontou que a temperatura dentro dos pontos de ônibus da avenida São Carlos e da rua Alexandrina era 10 graus maior do que fora deles. Com as altas temperaturas, os usuários do transporte solicitaram as mudanças.

A Secretaria de Transporte e Trânsito de São Carlos fez um estudo e constatou a necessidade da troca das coberturas dos pontos. O investimento é de aproximadamente R$ 800 mil com recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE), que destina recursos para infraestrutura de transportes. 

De acordo com a secretária de Transporte e Trânsito, Ingridi Ienco Cazella, apesar de parecer que as obras estão adiantadas, ainda deve levar mais 90 dias para tudo ficar pronto. “Além das obras de escoamento das águas, proteção contra a chuva, iluminação, ainda falta a colocação dos bancos e do piso tátil e direcional. Também aguardamos a retirada de um poste na avenida São Carlos. Essa questão foi prevista no projeto e a retirada programada junto à CPFL, o que deve ocorrer no dia 2 de agosto, com interdição do trânsito das 8h30 às 12h”, explica Ingridi.

A secretária disse, ainda, que o projeto também engloba um terminal. “O conceito é um terminal aberto que será realizado em duas etapas. Nesta primeira etapa a preocupação foi com o conforto do usuário do transporte coletivo. Agora, além de conforto térmico, vão ser disponibilizados mais bancos, proteção contra chuvas e ventos e 4 veículos poderão fazer a parada ao mesmo. Para iniciarmos a segunda etapa vamos ter que abrir outro processo licitatório e fazer a realocação de algumas lojas do comércio popular. A ideia é um terminal em formato de “U”, ligando ponto a ponto”, finaliza a secretária de Transporte e Trânsito.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias