Menu
quinta, 03 de dezembro de 2020
Cidade

Mutirão Cidade Limpa já recolheu 7 toneladas de lixo

10 Jan 2009 - 10h44Por Redação São Carlos Agora
Em pouco mais de 30 dias de realização da 7ª edição do Mutirão Cidade Limpa coordenado pela Prefeitura de São Carlos, os 40 agentes de combate a endemias já retiraram das ruas, terrenos e imóveis da cidade 7 toneladas de material que poderia se tranformar em criadouros do mosquito da dengue ou proliferar a criação de animais peçonhentos.

Realizado desde 2002, o mutirão conta com a participação de todas as secretarias, fundações e autarquias municipais. Uma ação preventiva da Prefeitura com o objetivo de identificar e remover das residências e terrenos da cidade objetos e utensílios que possam servir de criadouros do mosquito aedes aegypti.

Previsto para percorrer todos os bairros da cidade até março deste ano o mutirão, além de evitar a instalação de focos transmissores da dengue, busca também promover a limpeza pública e a manutenção urbana nos bairros da cidade com ações articuladas de diversas secretarias municipais, promovendo, por exemplo, corte de mato, sinalização de trânsito, tapa-buraco, limpeza de córregos e áreas públicas, notificação aos proprietários de imóveis particulares para limpeza de terrenos, além da distribuição de folheto educativo contendo informações sobre como combater e evitar a formação de criadouros do mosquito da dengue.

Nesta edição, que teve início no bairro da Vila Saõ José em dezembro do ano  passado, os agentes já visitaram 2.300 imóveis para a retirada de recipientes que possam servir de criadouros do mosquito. A ação preventiva é realizada no  período de verão (calor intenso) e o período das chuvas (janeiro a março), que colaboram para a proliferação do mosquito da dengue e de outros insetos. A incidência de mato alto, buracos no pavimento asfáltico e alagamentos também é maior nesta época do ano, causando transtornos às famílias e grandes problemas de saúde pública.

O secretário de Saúde, Arthur Pereira, lembra que por determinação do prefeito Oswaldo Barba a realização do mutirão, que em sua última edição visitou 56 mil imóveis e retirou 229 toneladas de material, tem evitado que São Carlos tenha índice elevado de dengue. O número de casos registrados em 2008 (10 autóctones e 18 importados) mostra que o trabalho de prevenção foi positivo, já que outros municípios do mesmo porte de São Carlos registraram epidemia de dengue no mesmo período. “A intensificação do trabalho preventivo, o monitoramento permanente e a participação da população são fatores decisivos para a manutenção dos baixos índices de dengue em nossa cidade”, frisa Pereira.

A Secretaria Municipal de Saúde, através da divisão de Vigilância Epidemiológica (VIGEP), pede a colaboração dos moradores ao receber orientação dos agentes de combate à dengue que estarão visitando as residências e distribuindo material educativo sobre como combater a doença. As pessoas que tiverem utensílios de grande porte como móveis velhos, sofá e pedaços de madeira podem deixá-los na frente de sua residência quando identificarem a visita das equipes, facilitando a coleta.

É importante lembrar que todo caso suspeito de dengue deve ser comunicado à VIGEP. “É a partir do caso suspeito que são desencadeadas as ações de controle e prevenção ao redor da casa e do local de trabalho do suspeito, impedindo que se instale um foco de transmissão da doença no município”, orienta Edél Zoia, coordenadora da VIGEP.

Ainda segundo a VIGEP é preciso também que a população esteja atenta aos sinais e sintomas da dengue, que são febre alta, dor e vermelhidão pelo corpo. Na presença desses sintomas é importante procurar orientação médica imediatamente.

Os moradores que tiverem alguma dúvida podem entrar em contato com a VIGEP pelo telefone 3307-7405.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias