Menu
sexta, 23 de abril de 2021
Após aumento de salário

Movimento nas redes sociais promete ocupar a Prefeitura

27 Mar 2019 - 10h26Por Marcos Escrivani
Movimento nas redes sociais promete ocupar a Prefeitura - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Mais polêmica pode ocorrer nos próximos dias. Um dia após a aprovação de 55% nos salários dos vereadores, prefeito, vice, secretários municipais e diretores, cujos vencimentos serão reajustados no dia 1º de janeiro de 2021 causam ampla reprovação por parte da população.

No Facebook e no WhatsApp movimentos tiveram início convocando a população para invadir a Prefeitura Municipal caso o reajuste seja sancionado pelo prefeito municipal Airton Garcia (PSB).

No debate virtual que ocorria na manhã desta quarta-feira, 26, internautas lançavam vários questionamentos. Entre eles o estado caótico em que se encontra as finanças públicas que não conseguem solucionar os problemas que ocorrem na saúde, com a falta de medicamentos e as filas de espera para marcar consultas e ainda o péssimo estado em que se encontram as ruas de São Carlos.

“Dinheiro pra tampar os buracos da cidade, pra cuidar da cidade pq eles entram na prefeitura e na Câmara dos Vereadores pra isso, ñ tem verba. Agora pra rechear seus bolsos sem fazer nada tem. Eu n sei qdo esse povo vai aprender a votar, a enxergar e a se valorizar”, dizia um dos posts.

Outro questionamento foi a aprovação no mesmo dia da sessão quando legislaram em causa própria, dos salários dos servidores municipais. A secretária Helena Antunes assegurou que o município não tem recursos e teria como dar 4% de aumento no salário dos trabalhadores. “Para os vereadores e prefeito terá 55%?”, indagou um internauta.

Uma imagem lançada no Facebook estampava os dizeres “Quem está comigo? Não somos palhaços. “AumentoNão #VetaAirton. SE O PREFEITO NÂO VETAR O AUMENTO, IREMOS OCUPAR A PREFEITURA”, dizia o post.

Em outra imagem, aparecia as fotos dos vereadores que votaram a favor com um X em vermelho, indicando que não iriam receber voto popular nas eleições de 2020. Já os demais que votaram contra, foram beneficiados com uma aprovação em verde.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias