Menu
segunda, 25 de janeiro de 2021
Cidade

Morre em São Paulo Dom Bruno

29 Ago 2011 - 08h57
0 - 0 -

Dom Bruno Gamberini, arcebispo metropolitano de Campinas, morreu na tarde deste domingo, 28, no hospital Bandeirantes, em São Paulo. O horário da morte foi 15h. Ele teve falência múltipla dos órgãos. Dom Bruno teve toda a sua vida de padre dedicado a Igreja de São Carlos, foi reitor do seminário diocesano, pároco da Catedral entre muitas outras funções.

Seu estado de saúde piorou na madrugada de hoje. Dom Bruno estava internado na UTI do hospital, sedado, sob ventilação mecânica. Também estava com febre.

O corpo de Dom Bruno será velado na Catedral Metropolitana de Campinas nesta segunda-feira, 29. Ainda não foi informado o horário do início do velório. O sepultamento deve ocorrer na terça-feira, 30, na cripta da igreja.

Dom Bruno

Nascido em Matão em 16 de julho de 1950, d. Bruno era um dos cinco filhos de um trabalhador de indústria metalúrgica e de uma dona de casa, e dizia que desde criança já sentia a vocação para servir a Deus. Aos 14 anos, entrou para o seminário em São Carlos e cursou Filosofia, e posteriormente, estudou Teologia em Curitiba. Foi ordenado padre em 1974 na sua cidade natal, e trabalhou na diocese de São Carlos até ser ordenado bispo, em 1995. Após a nomeação, seguiu para Bragança Paulista, onde ficou até ser transferido para Campinas.

Ele estava à frente da Arquidiocese de Campinas desde agosto de 2004, quando substituiu d. Gilberto Pereira Lopes. Na sua cerimônia de posse, ressaltou a importância de trabalhar junto com os padres e com a população. Era conhecido por seu temperamento afável e acolhedor, e pelas palavras que, segundo ele, surgiram de experiência e vontade de querer fazer o bem. “O amor é mais forte do que a morte. Ninguém pode viver sem amor. E nós queremos que a população descubra a fé, a esperança e o amor. Que possamos construir uma sociedade mais fraterna, mais humana, menos violenta, mais esperançosa”.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias