Menu
terça, 02 de março de 2021
Cidade

Microsoft realiza competição no ICMC: empresa está em busca dos melhores programadores

24 Fev 2016 - 14h47Por Denise Casatti
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Atrair os estudantes de graduação e pós-graduação da USP para participarem de uma competição de programação. Esse é o objetivo da Microsoft no próximo dia 10 de março, quando promoverá o Microsoft Coding Competition no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos.

Seguindo o modelo dos eventos que a empresa costuma realizar na Europa e em outros países da América Latina, serão propostos desafios de programação para testar os conhecimentos dos estudantes, que deverão formar times compostos por, no máximo, três participantes cada. Gratuito, o evento é aberto a todos os estudantes universitários interessados e há 100 vagas disponíveis. Para participar, basta preencher o formulário eletrônico disponível no site do evento até o dia 3 de março.

O Microsoft Coding Competition também é uma oportunidade para os estudantes conhecerem mais sobre o processo seletivo da empresa e as oportunidades de trabalho existentes. Uma recrutadora e dois engenheiros de software da Microsoft estarão presentes no evento. A competição acontecerá em dois laboratórios do ICMC (6-303 e 6-305), ambos localizados no bloco 6, das 10 às 13 horas. 

DO ICMC PARA A MICROSOFT

Faz apenas três semanas que o mestrando Lucas Schmidt Cavalcante, do ICMC, chegou à cidade de Redmond, nos Estados Unidos, para estagiar na Microsoft durante três meses. "Esse contato com as empresas é muito importante, porque quando programamos no contexto empresarial temos exigências que são diferentes do ambiente acadêmico. Na empresa, precisamos pensar em um código que vai rodar em escala e que precisa ser legível para outras pessoas", explica o pós-graduando.

Cavalcante retornará ao Brasil em maio, quando vai defender sua dissertação de mestrado na área de classificação de séries temporais. É nessa área também que ele está estagiando, atuando na detecção de anomalias em séries temporais: "Por exemplo, pense na temperadura do disco rígido (HD) do seu computador. Se ele ficar muito quente ou muito frio de uma hora para outra significa que houve um problema. Esse ponto que foge ao padrão em um conjunto de dados é o que chamamos de anomalia".

Para ser aprovado na Microsoft, Cavalcante enviou seu currículo, fez uma entrevista online e, depois, participou de mais quatro entrevistas realizadas pessoalmente em São Paulo. Mas quando decidiu participar desse processo seletivo, ele já trazia a marca de outra gigante da tecnologia no currículo: o Google. "Eu fiz parte do primeiro time de estudantes do ICMC classificado para ir a uma final mundial da Maratona de Programação. Acredito que o fato de ter participado desse tipo de competição me ajudou a ser aprovado nos processos seletivos dessas duas grandes empresas", diz o estudante, que foi técnico do time que levou medalha de prata na Maratona Brasileira de Programação em 2012.

Por isso, ele recomenda que os estudantes participem de competições de programação tal como o Microsoft Coding Competition já que as questões que aparecem nos processos seletivos das empresas são muito parecidas com as que surgem nessas competições. "O que eu vejo é que existe muita falta de confiança. Os estudantes não acreditam que podem trabalhar em uma grande empresa de tecnologia. Mas eles têm que tentar, porque não há nada a perder. Se forem aprovados, terão uma experiência muito interessante", finaliza. (Assessoria de Comunicação ICMC/USP)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias