Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Indústria parada

Metalúrgicos de São Carlos paralisam produção devido à greve dos caminhoneiros

30 Mai 2018 - 06h58Por Redação
Encontro na Volks e 800 trabalhadores pararam sem previsão de retorno - Crédito: DivulgaçãoEncontro na Volks e 800 trabalhadores pararam sem previsão de retorno - Crédito: Divulgação

Cerca de 5, 3 mil trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas em São Carlos estão com as atividades suspensas em decorrência da greve dos caminhoneiros.

A empresa Volkswagen que produz motores, na unidade de São Carlos, foi a primeira a paralisar a produção por falta de peças na terça-feira, 22, com 800 trabalhadores sem previsão de retorno.

Já a Electrolux parou de produzir eletrodomésticos na última sexta-feira, 25, em razão da falta de insumos que não foram entregues. Cerca de 1700 trabalhadores foram dispensados por uma semana, com previsão para retornarem com as atividades no dia 4 de junho.

Na segunda-feira, 28, a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Região, negociou junto à empresa Tecumseh a paralisação na produção, desta forma, desde terça-feira, 29, os metalúrgicos na Tecumseh estão em férias coletivas por 5 dias, podendo ser prorrogadas por mais 10 dias, com exceção do setor administrativo e essenciais.

Nas pequenas empresas também houve reflexos dos protestos, a Smalte que presta serviços para Electrolux, também parou as atividades, retornando na próxima segunda-feira, 4.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Erick Silva, essas paralisações são o reflexo da atual conjuntura do país. “Foi para isso que o governo foi derrubado via golpe em 2016, para entregar tudo para o mercado, mercado é isso, quando explode, o Estado é que paga a conta com dinheiro dos impostos, como está acontecendo”, declarou Erick.

Segundo o presidente do Sindicato, a perspectiva é que empresas menores sofram com o reflexo da paralisação dos caminhoneiros nos próximos dias.

Segundo ele, a Faber-Castell também foi atingida com a o funcionamento parcial da indústria de materiais escolares.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias