Menu
segunda, 26 de julho de 2021
Cidade

Metalúrgicos de São Carlos iniciam campanha sobre redução do IPI

Trabalhadores reivindicam que medida obrigue as empresas a cumprir percentual de nacionalização dos produtos

16 Dez 2011 - 10h19

Na última quarta-feira, 14, a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Região iniciou uma campanha para exigir do Governo Federal que inclua nos decretos que concedem redução de impostos, exigências de conteúdo nacional e manutenção do nível de empregos às empresas produtoras de lavadoras, fogões e refrigeradores.

Foram realizadas nas entradas de todos os turnos na Electrolux e Tecumseh assembléias com os trabalhadores, que entendem que a concessão do benefício fiscal para esse setor criou condições para o aumento das vendas e manutenção dos empregos, contudo sem a exigência de conteúdo nacional a importação de componentes vem aumentando e as empresas nacionais da cadeia produtiva da linha branca têm enfrentado dificuldades, inclusive gerando demissões.

Para o presidente do Sindicato, Erick Silva, é inconcebível uma grande multinacional que produz lavadoras, fogões e refrigeradores praticar horas extras enquanto outra empresa da cadeia produtiva demite.  “Há uma distorção que precisa ser corrigida, vamos lutar para que o Governo Federal exija conteúdo nacional e garantia de emprego aos trabalhadores de todo o setor de linha branca”, explicou.

Vanderlei Strano, vice presidente da entidade afirma que os trabalhadores estão mobilizados, conscientes e prontos para o que for necessário. “A participação dos trabalhadores foi total, lutaremos pela garantia dos nossos empregos, não permitiremos a exportação dos nossos postos de trabalho sem luta”, disse.

Nesta semana, a direção do Sindicato de São Carlos esteve reunida junto à direção da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e já conta com apoio e participação de todos os sindicatos da categoria do país, organizados pela Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT).

De acordo com Erick Silva, na próxima semana parte das empresas do setor iniciam férias coletivas.  “Neste período a entidade discutirá quais as ações serão desencadeadas na primeira semana de janeiro, a partir do retorno ao trabalho dessas empresas”, destacou.      

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias