Menu
segunda, 21 de outubro de 2019
Outubro Rosa

Médicos esclarecem e orientam sobre a prevenção ao câncer mamário

11 Out 2019 - 07h23Por Marcos Escrivani
Médicos esclarecem e orientam sobre a prevenção ao câncer mamário - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O mês de outubro é dedicado a prevenção e orientação sobre o câncer mamário que deixa sequelas e pode levar a mulher à morte. Somente em 2018 foram detectados 60 mil novos casos e que resultou em aproximadamente 17 mil mortes.

Como o mês se tornou símbolo no combate a doença, recebeu a denominação de Outubro Rosa e durante 31 dias várias atividades orientativas e práticas são levadas a efeito em todo mundo no sentido de dar um suporte maior a todas as mulheres, principalmente àquelas que possuem idade superior a 50 anos.

Para dar a sua parcela de contribuição e levar informações às leitoras do São Carlos Agora, o portal entrevistou o doutor Paulo Eduardo Codello Rebelo (CRM 118.994) e doutora Kellen Inouye Rebelo (CRM 113.454), médicos radiologistas da Clínica Radi-Imagem (localizada na rua Rui Barbosa, 1481 – fone 3364-2555) que forneceu importantes esclarecimentos sobre a doença.

Algumas indagações foram formuladas e os médicos responderam de forma clara e concisa no sentido de orientar as mulheres em autoexames, prevenção e os fatores de risco.
 

Doutor Paulo Eduardo Codello Rebelo e doutora Kellen Inouye Rebelo

O que é o câncer de mama?


Doutores Paulo Rebelo e Kellen Rebelo - A mama é uma glândula formada por células que compõe os lóbulos onde o leite é produzido e por células que constituem os ductos, que são canais por onde o leite é conduzido até os mamilos. O câncer de mama resulta de uma proliferação desordenada dessas células.
 

Quais os sinais e sintomas que o câncer de mama pode se apresentar?
 

Doutores Paulo Rebelo e Kellen Rebelo - Caso seja percebido nódulos (caroços) palpáveis ou áreas endurecidas nas mamas ou axilas, alterações no mamilo, alterações na pele que lembra “casca de laranja” e secreção mamilar que não seja leite são indícios que requerem investigação das mamas por um médico(a).
 

Quais são os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de mama?
 

Doutores Paulo Rebelo e Kellen Rebelo - São fatores de risco: sexo feminino, idade superior a 50 anos (80% dos casos acomete acima dos 50 anos), história familiar de câncer de mama e ovário, alterações genéticas, exposição à radiação ionizante e determinadas substâncias, obesidade, sedentarismo, primeira menstruação antes dos 12 anos ou menopausa após os 55 anos, primeira gestação após 30 anos ou nunca ter tido filhos, uso de contraceptivos hormonais, terapia de reposição hormonal especialmente se por mais de 5 anos, dentre outros.
 

Como fazer a prevenção do câncer de mama?
 

Doutores Paulo Rebelo e Kellen Rebelo - Consultar regularmente seu(sua) ginecologista é fundamental. Tal profissional poderá examiná-la e orientará a realização de exames de mamografia para rastreamento, e caso necessário outros exames. Também é importante conhecer seu corpo, realizando o autoexame através de palpação mensalmente, bem como adotar hábitos saudáveis, como atividades físicas frequentes, dieta balanceada e evitar a exposição a fatores de risco modificáveis.
 

Homens podem ter câncer de mama?
 

Doutores Paulo Rebelo e Kellen Rebelo - Embora seja raro, os homens também podem ser acometidos (cerca de 1% dos cânceres de mama incidem no sexo masculino).
 

Como se faz o rastreamento do câncer de mama através de exames?
 

Doutores Paulo Rebelo e Kellen Rebelo - Para mulheres sem fatores de risco recomenda-se a realização de mamografia regularmente a partir dos 40 anos, podendo ser mais precoce e necessário a avaliação com outros exames conforme a história clínica de cada paciente. A qualidade do exame de mamografia é muito importante para a detecção de lesões e para o diagnóstico precoce do câncer de mama.
 

Como é o tratamento do câncer de mama?
 

Doutores Paulo Rebelo e Kellen Rebelo - O tratamento é muito variável, podendo ser cirurgia, radioterapia, quimioterapia e hormonioterapia, ou mesmo uma combinação deles conforme o tipo e o tamanho do tumor.
 

QUANDO SURGIU OUTUBRO ROSA
Em todo mundo, o Outubro Rosa representa um movimento de luta contra o câncer mamário. O símbolo desta campanha, o laço rosa, foi distribuído primeiramente em 1990, na cidade de Nova York, na primeira Corrida pela Cura, desde então, realizada anualmente.

A partir deste momento, o movimento foi sendo difundido mundialmente, adquirindo suma importância por incentivar a conscientização da população sobre a importância da prevenção do câncer de mama, permitindo um diagnóstico precoce, o que pode proporcionar considerável chance de cura da doença, bem como reduzir sequelas físicas e emocionais.

A popularidade do Outubro Rosa alcançou grandes proporções, de forma feminina e graciosa, seja por eventos atribuídos a tal movimento, mensagens através de todos os meios de comunicação, ou simplesmente por uma decoração ou iluminação cor-de-rosa, expressando de forma explicita ou subliminar o apoio a tal campanha. O câncer de mama é o principal tumor maligno nas mulheres. Tomar consciência da importância do diagnóstico precoce do câncer de mama é o primeiro passo. Cuide-se!

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias