Menu
sexta, 06 de agosto de 2021
Cidade

Marquinho Amaral rebate acusações de secretário do Governo

01 Mar 2012 - 15h17Por Tiago da Mata/SCA

Nesta quinta-feira (01) em entrevista em seu gabinete, o vereador Marquinho Amaral (PSDB) falou com o São Carlos Agora, e rebateu as declarações do secretário de Governo João Muller, que em entrevista a uma rádio supôs que um grupo de políticos estaria comprando documentos.

Para Marquinho, as declarações do secretário são para desviar a atenção do foco principal, que é a máfia das multas. "Essas declarações são para desviar a atenção do real problema que são as multas canceladas, eles estão tentando desviar as investigações", comentou.

Sobre os comentários que circulam de que sua mulher também foi beneficiada com o cancelamento de multas, Marquinho vez questão de acessar a página de multas com o CPF da esposa e mostrou à nossa redação todas as multas que estavam no nome dela.

Acusação do secretário

Em entrevista á rádio, João Muller, afirmou que a sindicância que apura o suposto cancelamento de multas em São Carlos está investigando também a participação de um funcionário público que provavelmente teria vendido documentos a um grupo político de São Carlos.

Segundo Muller, o funcionário teria se encontrado com esse grupo político no dia 19 de janeiro em um hotel para vender os documentos. O dito grupo era composto por três ou quatro políticos.

"Máfia da Multa"

Na última Sessão da Câmara, o vereador afirmou que recebeu informações de que várias multas estão voltando para sistema. Segundo Marquinho, pessoas já chegaram a dizer a ele que estão tendo que pagar multas por causa da denuncia dele.

Na manhã desta quinta-feira o vereador acessou a página de multas e rastreou algumas que tem em mãos, e estas não constam no sistema.

Caso das denuncias

O escândalo denunciado pelo vereador Marquinho Amaral gerou muitas polêmicas, terminou na exoneração de Nilson Carneiro, secretário de Transporte e Transito.

Segundo o vereador, muitas pessoas estariam sendo beneficiadas com o cancelamento de multas, entre elas: secretários, políticos de vários partidos, funcionários da Prefeitura, funcionários do SAAE, entre outras pessoas.

De acordo com Marquinho são mais de 2000 multas canceladas, números esses que depois de apurado podem aumentar.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias