Menu
domingo, 11 de abril de 2021
Cidade

Leandro Pimentel será ordenado diácono na Igreja São José

Aos 27 anos, ele é o único são-carlense entre onze religiosos que receberão este ano a ordenação

30 Nov 2017 - 13h47
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

O dia 1º de dezembro irá ficar marcado para toda vida para Leandro da Silva Pimentel. Aos 27 anos, será ordenado diácono transitório. A solenidade religiosa será às 19h30 desta sexta-feira, 1, na Igreja São José, na Vila Monteiro.

Filho de Fátima Isabel da Silva Monteiro e de Paulo Roberto Carvalho Pimentel, tem como irmão Evandro Luiz, de 28 anos. Ele é o único são-carlense que receberá a ordenação entre 11 religiosos da Diocese de São Carlos. No dia 6 de dezembro, na Igreja Nossa Senhora Guadalupe, Luís Felipe Pereira de Melo, 28 anos, residente em São Carlos, mas natural de Recife/PE, também será ordenado diácono transitório.

Leandro estudou Teologia e Filosofia por oito anos. "Fiz o Seminário Menor e a Propedêutica em Araraquara, Filosofia em São Carlos e Teologia em Campinas", recordou.

VOCAÇÃO

Na manhã desta quinta-feira, 30, Leandro recebeu a reportagem do São Carlos Agora na Igreja São José, onde acontecerá sua ordenação, oportunidade em que contou detalhes sobre sua vocação católica.

"Comecei a participar de missas com minha avó Maria. Tinha 12 anos", lembrou. "Foram dois anos. Naquela época queria ajudar os coroinhas, participar e interagir. Ajudava no altar e fui me apegando a tudo. Com 14 anos participei de um encontro vocacional, quando decidi que queria ser padre. Em 2008, o bispo D. Paulo Sérgio criou o Seminário Menor, onde cursei o 3º colegial. Em 2010 fiz a Propedêutica em Araraquara. Foi quando me entreguei de alma e corpo a minha vocação", disse.

Leandro afirmou que não há palavras para definir sua escolha. "Não tem explicação. O chamado vem do coração. Ele queima. Sabia apenas que queria ser padre. Até mesmo a caminhada para definir de fato a escolha é de 8 anos. "Neste período acontece o discernimento, ingressamos no Seminário. Ficamos longe da família. Mas percebi que este era mesmo meu caminho e não me vejo hoje fazendo alguma coisa diferente", garantiu. "O mais importante é que durante todo esse período tive o apoio incondicional dos meus pais e de toda minha família", emendou Leandro.

DISPOSIÇÃO DA IGREJA

O diaconato é estar à disposição da igreja. Ao ser ordenado, na noite desta sexta-feira, Leandro disse que se coloca à disposição da Diocese de São Carlos.

"Serei diácono transitório. Portanto, irei aonde for melhor para a igreja católica. Mas será na área de abrangência da Diocese de São Carlos. Estarei à serviço do povo de Deus. Meu sonho é ser padre", repetiu, salientando que o bom velhinho chegou antes do dia 25 de dezembro para ele. "Ser diácono é um presente de Natal", garantiu.

MENSAGEM

Ao final da entrevista, Leandro deixou uma mensagem para os jovens são-carlenses. "No meu TCC de Filosofia citei Santo Agostinho, que era conhecido como o filósofo de coração inquieto. Ele sempre buscava a felicidade. Às vezes de maneira nada apropriada. Mas com o tempo ele viu que a felicidade que procurava estava em seu coração, em Jesus. A gente sabe que todo ser humano busca algo em sua vida. Busca a felicidade principalmente. Mas queria dizer que a felicidade está em Deus. Este é o caminho para ser feliz", garantiu.

CAMINHO CORRETO

O padre Aymoré Saturnino Rocha Júnior, ordenado pároco há 27 anos e há oito na paróquia de São José afirmou ao SCA que hoje há uma crise de valores, desagregação familiar, falta de referência para nortear a vida. "Um grande número de jovens não segue o caminho correto e estão em outras realidades. Mas vejo com imensa alegria e esperança ver o Leandro se tornar diácono. É a exortação de Jesus. A messe é grande, mas os operários são poucos. Temos sempre que pedir ao Senhor que mande mais operários para a colheita", disse Aymoré.

O padre disse que o sim de Leandro é fruto de envolvimento com a igreja. "Acredito que o sim é um propósito de Jesus, a razão da vocação. Temos uma grande esperança que ele desenvolva um grande trabalho e que esteja a contento do serviço proposto pelo Papa Francisco", finalizou Aymoré.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias