Menu
domingo, 19 de setembro de 2021
Cidade

Julio César propõe “Semana Municipal de Prevenção a Acidentes com Motos”

02 Mai 2011 - 09h39

O vereador Julio César (DEM) protocolou na Câmara Municipal um projeto de lei que propõe instituir a Semana Municipal de Prevenção a Acidentes com Motociclistas, a ser celebrada na primeira semana do mês de junho de cada ano.

No período deverão ser realizadas palestras sobre direção defensiva, equipamentos de uso obrigatório, manutenção preventiva e noções básicas de primeiros socorros; exposição de equipamentos de segurança; campanha educativa para redução do número de acidentes e pilotagem responsável, incluindo demonstrações práticas com cones sobre equilíbrio e postura correta e palestra educativa contra o uso de álcool e demais substâncias entorpecentes.

Conforme a proposta, a semana também incluirá passeio de motociclistas pela segurança e blitz educativa para realização de ações relativas à prevenção a acidentes, com distribuição de folhetos informativos. O projeto determina que as atividades devam ser promovidas sob iniciativa das entidades dos motociclistas.

Segundo Julio Cesar a motivação para a elaboração do projeto surgiu do crescimento do número de motocicletas e do não cumprimento das normas de segurança que esses veículos exigem, ocasionando o aumento do número de acidentes, quase sempre com vítimas fatais.

“O principal objetivo é salvar vidas humanas através de campanhas educativas e técnicas de condução defensiva de motociclos, acatando o que já existe na legislação vigente, propiciando a criação de outras leis que melhorem as condições de pilotagem e eduquem os condutores de motocicletas a terem uma conduta correta no trânsito”, informa.

Julio César observa que o número de acidentes de trânsito com mortes envolvendo motociclistas é quase o dobro do registrado com automóveis. De cada dez mil motos, 5,2 se envolvem em acidentes fatais, contra 3,7 acidentes com mortos a cada dez mil carros.

“Os motoqueiros, em sua maioria, são jovens que praticam a atividade como forma de inserção no mundo do trabalho, utilizando-se da motocicleta como instrumento de trabalho”, argumenta o vereador. O trânsito caótico, que caminha lentamente pelos intermináveis engarrafamentos, torna os serviços dos motoqueiros cada vez mais indispensáveis no dia-a-dia de qualquer empresa, da multinacional à entrega de pizza, que precisam utilizar os serviços prestados por estes jovens visando o desenvolvimento de seus negócios.

Júlio César analisa que as questões em que os motoqueiros se envolvem no trânsito quase sempre geram o desagrado dos demais usuários do espaço público. Mas mesmo as dificuldades que fazem parte de seu trabalho são desconsideradas, que são: o clima, a pressa, a quantidade e tipo de volumes que carregam o risco implícito ao trânsito, quase sempre não são levados em conta quando são avaliados, prevalecendo sua imagem negativa.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias