Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Cidade

Intervenção de centrais sindicais evita expulsões em sindicato

14 Ago 2009 - 10h26Por Redação São Carlos Agora
Os diretores que teriam infringido o estatuto do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos não serão expulsos. A interferência da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB) acalmou a briga entre o grupo do atual presidente, Rosalino de Jesus de Barros e do vereador Ronaldo Lopes. O desfecho foi anunciado na noite de ontem (13), na sede do sindicato, quando deveria ocorrer uma reunião para debater a expulsão.

Dezenas de pessoas, ligadas aos dois sindicalistas, se concentraram em frente à sede da entidade. Havia o temor de que elas se enfrentassem. A Polícia Militar também foi chamada, mas não houve conflito.

Barros e Lopes protagonizaram uma acirrada discussão esta semana por conta de divergências na condução dos debates sobre a proposta de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de uma empresa da cidade.

Uma comissão será formada para discutir como fica a situação do grupo de diretores ligados a Lopes.

As informações são do Jornal da Intersom.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias