Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Webinar Cidades

Instituições se unem e debatem qualidade de vida em São Carlos

Neste final de semana várias atividades buscarão promover as melhores práticas para ambientes sustentáveis e acessíveis a toda a população

22 Abr 2021 - 08h32Por Redação
São Carlos será esmiuçada durante debates: qualidade de vida em questão - Crédito: Arquivo/São Carlos AgoraSão Carlos será esmiuçada durante debates: qualidade de vida em questão - Crédito: Arquivo/São Carlos Agora

O final de semana promete ser de questionamentos e debates durante o Webinar Cidades - Criando Novos Modos de Usar, um evento cultural e formativo que tem por objetivo debater a qualidade de vida no município, deixando como legado discussões e soluções para os espaços públicos de nossa cidade.

Organizado por Move Sanca, IAU-USP, UNICEP, Sesc e AEASC, instituições sediadas em São Carlos e ligadas à área de cultura e educação, O Webinar Cidades tem a finalidade de encontrar e promover as melhores práticas para ambientes sustentáveis e acessíveis a toda a população.

PROGRAMAÇÃO

24/ABR, sábado

9h – Abertura

Com representantes das entidades organizadoras.

9h30 - Bate-papo| Medellín - fragmentos biográficos de uma cidade

Um bate-papo sobre as mudanças político-comportamentais que ajudaram a transformar Medellín, na Colômbia, numa cidade referência em desenvolvimento urbano e dignidade para seus moradores.

Com Célio Turino
Historiador, escritor e consultor de Políticas Públicas. Idealizador e gestor do Programa Cultura Viva e dos Pontos de Cultura, política pública de referência para diversos países.
Autor de diversos livros, editados no Brasil e no exterior, em 2016 foi convidado pelo Papa Francisco para difundir a ideia dos Pontos de Cultura e da Cultura do Encontro pelo mundo.

Vídeos indicados pelo convidado, para acesso prévio, os quais abordam aspectos da cidade de Medellín, na Colômbia, e trazem contribuições e complementos sobre o tema da fala:
https://outraspalavras.net/videos/colombia-o-palhaco-o-traficante-e-a-cidade-que-se-reinventa/

https://outraspalavras.net/videos/medellin-cultura-e-jornalismo-em-tempos-de-barbarie/

https://outraspalavras.net/videos/ensinamentos-da-cidade-que-aprendeu-a-gostar-de-si/

10h30 – Mesa de debate | Sustentabilidade

Mediação: Jefferson Souza – Sesc São Carlos
Parques lineares em São Carlos: múltiplas possibilidades

Parques lineares, historicamente, estão associados aos cursos d´água. Contudo, podem, também, ser implantados em outros eixos, como linhas férreas ou avenidas principais e, atualmente, vêm desempenhando funções associadas. A palestra busca refletir sobre os diversos benefícios e os múltiplos usos que os parques lineares podem desempenhar nas cidades, procurando ressaltar elementos essenciais para o exercício projetual que visem modos mais sustentáveis e novos modos de usar a cidade.

Com Renata Bovo Peres

É Professora Adjunta no Departamento de Ciências Ambientais da UFSCar. Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pelo IAU-USP, São Carlos, mestrado em Arquitetura e Urbanismo pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo - IAU-USP, pós-graduação em Gestão Ambiental pela UFSCar e Doutorado em Engenharia Urbana pela Universidade Federal de São Carlos na área de Planejamento e Gestão Ambiental Urbana.

Patrimônios de São Carlos: expandir os olhares

O conceito de patrimônio cultural tem se alargado nas últimas décadas para incorporar os bens imateriais e a categoria de paisagem cultural. Em São Carlos, o Córrego do Gregório está diretamente ligado à fundação da cidade e sua presença marca a paisagem da Baixada do Mercado e do centro. Ao intervir numa parte de um córrego é preciso avaliar seu comportamento como um organismo único. Assim, discutiremos a presença do Gregório, as consequências decorrentes do modelo de ocupação urbana que adotamos e os resultados históricos que obtivemos, como as enchentes e as destruições que provoca durante o período de chuva.

Com Ana Lúcia Cerávolo

Arquiteta e Urbanista, possui doutorado na área de Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo Moderno com ênfase em intervenções e restauro sobre o patrimônio cultural. Possui experiência em gestão de políticas públicas para preservação do patrimônio cultural, tendo coordenado as ações patrimoniais no Município de São Carlos, por mais de dez anos. Atua como docente na UNICEP, onde atualmente coordena o Curso de Arquitetura e Urbanismo. É autora do livro Interpretações do Patrimônio, que reflete sobre a história da restauração no Brasil.

25/ABR, domingo

9h - Mesa de debate | Ocupações do espaço público

Mediação: Paulo Verardi – Sesc São Carlos
Cidade para todos?

Fica cada vez mais urgente (re)pensarmos nossas cidades e seus usos a partir de conceitos que englobem uma infraestrutura inclusiva à todas as pessoas e seus corpos. Dessa forma busca-se a partir do desenho universal, uma importante discussão sobre experiências, percepções e apropriações do espaço urbano e a política de exclusão. Justifica-se tais reflexões quando pensamos no exercício do direito de ir e vir a partir da infraestrutura que nos é “oferecida” nas cidades brasileiras, essas que muitas vezes inviabilizam esse direito.

Assim, espaços para reflexões coletivas são fundamentais para (re)pensarmos as cidades.

Com Luciene Gomes

Doutora em Terapia Ocupacional, graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Engenharia de São Carlos, atual Instituto de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade de São Paulo (2010). Desde 2012 contribui como colunista na Revista Nacional de Reabilitação - Reação. Atualmente é professora na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, nos cursos de  Bacharelado Interdisciplinar em: Energia e Sustentabilidade e Engenharia de Tecnologia Assistiva e Acessibilidade.

Apropriação dos Espaços Públicos da Cidade: Limites e Possibilidades

A cidade, uma paisagem artificial criada pelo homem, é composta por objetos e imagens, uma mistura entre espaço criado e natural, dinamizada entre a vida privada e pública, onde são articulados tempo/espaço, trabalho, política, consumo, cultura, lazer. Essa mesa busca discutir a apropriação dos espaços públicos, a partir das experiências de lazer, considerando-os o pulsar da vida urbana, pois é através deles que se estabelece o vínculo entre participação ativa e vida nas cidades.

Com Simone Rechia

Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado em Educação - Estudos do Lazer e Planejamento Urbano. Professora titular da UFPR. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Lazer, Espaço e Cidade. Ministra a disciplina - Corpo, Lazer e Cidade nos Programas de Pós-Graduação em Educação da UFPR e no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da UFMG. Foi presidente do CBCE (2013/2017).

10h10 - Mesa de debate | Práticas Urbanas

Mediação: David Sperling - Professor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, coordenador do Núcleo de Estudos das Espacialidades Contemporâneas (NEC-IAU.USP) e presidente do Grupo Coordenador de Atividades de Cultura e Extensão da USP - Campus São Carlos.

Transformação urbana recente de Medellín: uma revisão crítica do fenômeno

Na construção coletiva do espaço comum está em jogo a possibilidade de concretização de um sistema de valores coletivos na chave da urbanidade. No entanto, a visão técnica e a visão comunitária da cidade vivem em conflito permanente.

Com Diana Catalina Alvarez Munoz

Arquiteta pela Universidade Nacional da Colômbia, Mestre em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona. Pesquisadora em Fenômenos Urbanos Emergentes. Coordenador do Mestrado em Urbanismo da UPB, Medellín.

Arquitetura situada e colaborativa na América Latina
Propõe-se refletir sobre outros processos de pensar e fazer arquitetura: modos situados e colaborativos, considerando materiais e técnicas de menor impacto ambiental, poéticas da simplicidade e criatividade, mecanismos de participação e estratégias de legitimação de iniciativas ditas "informais".

Com Marcella Arruda

Urbanista pela Escola da Cidade, permacultora pelo Coletivo Permasampa. Atua com os comuns urbanos desde 2012 e está como diretora de projetos do Instituto A Cidade Precisa de Você
11h15 - Palestra | Viver em São Carlos: contribuições para um cotidiano mais saudável e equilibrado

Ao longo do tempo a humanidade se tornou mais urbana. Atualmente mais de 85% da população brasileira vive nas cidades. Esse processo ocasionou muitos conflitos com o meio físico: enchentes, deslizamentos, ausência de vegetação, perda da qualidade da água. A palestra mostra exemplos de como a realidade pode ser transformada em um melhor lugar para vivermos.

Com Luciana Bongiovanni Martins Schenk

Professora do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo e participante dos grupos de pesquisa YBY, GTPU e QUAPÁ. Presidente nacional da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas. Graduada em Arquitetura e Urbanismo (FAU USP) e em Filosofia (FFLCH USP), mestre e doutora em Arquitetura e Urbanismo (respectivamente pela FAU USP e EESC USP).

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias