Menu
segunda, 23 de setembro de 2019
Cidade

Inaugurado Espaço de Cultivo de Plantas Medicinais José Luís Rabello na Horta Municipal

11 Set 2019 - 20h17
Inaugurado Espaço de Cultivo de Plantas Medicinais José Luís Rabello na Horta Municipal -

A Prefeitura de São Carlos, por meio do Programa Municipal de Práticas Integrativas e Complementares, Educação Popular e Saúde, ligado a Secretaria Municipal de Saúde, inaugurou nesta quarta-feira (11/9), na Horta Municipal, localizada na estrada Guilherme Scatena, o Espaço de Cultivo de Plantas Medicinais José Luís Rabello, uma homenagem proposta pelo vereador Roselei Françoso ao ex-vereador Zé do Mato, defensor da implantação da fitoterapia em toda a rede municipal de saúde.

A inauguração abriu a programação da IV Semana de Fitoterapia, evento que também passou a fazer parte do calendário oficial do município em 2014 por meio da Lei Municipal nº 15.826 de autoria do então vereador Zé do Mato.

Inicialmente serão cultivadas cinco tipos de plantas medicinais: Guaco que tem ação expectorante e broncodilatadora; Espinheira Santa para problemas digestivos; Arruda para aumentar a resistência dos vasos sanguíneos; Malva usada no tratamento de gripe, resfriado, gastrite, e do cataplasma e o Plantago que auxilia no tratamento de prisão ventre, colesterol alto, excesso de gases, diabetes tipo 2, acúmulo de ácido úrico e problemas do coração.

“É um projeto que estamos iniciando com o cultivo em parceria com a UFSCar e USP que estão dando apoio no controle de qualidade do que estamos plantando hoje, bem como para qualificar os profissionais de saúde das unidades para fazer uso racional dos fitoterápicos. Inicialmente vamos disponibilizar as plantas somente em algumas unidades em virtude dos recursos que vamos receber para a implantação, porém a nossa intenção é levar os fitoterápicos para toda rede”, explica Lucimara Peres Cruz, farmacêutica da Secretaria de Saúde e coordenadora do projeto.

Em junho passado a Secretaria de Saúde, participou de um edital do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápico que tem como objetivo garantir à população brasileira o acesso seguro e o uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos, promovendo o uso sustentável da biodiversidade, o desenvolvimento da cadeia produtiva e da indústria nacional. O plano de São Carlos foi desenvolvido pela farmacêutica Lucimara Peres Cruz e foi o único selecionado no estado de São Paulo.  Com isso São Carlos deve receber R$ 460 mil em 3 anos para fortalecer a assistência farmacêutica e o complexo produtivo em plantas medicinais e fitoterápicas no município. “A primeira planta cultivada aqui somente deve chegar às unidades daqui 12 meses, pois antes disso temos que fazer o controle de qualidade para ver se está dentro do que a ANVISA determina. Vamos poder tanto entregar uma muda para o paciente cultivar por meio de prescrição do profissional da saúde. Como todo medicamento, o fitoterápico deve ser utilizado conforme orientação médica”, finaliza Lucimara Peres Cruz.

“Queremos dar continuidade ao trabalho do ex-vereador José Luís Rabello, o Zé do Mato, que sempre trabalhou para que os fitoterápicos fossem aplicados no SUS. Por isso fizemos a legislação da Semana das Práticas Integrativas, Semana da Agricultura Orgânica e Semana da Agroecologia. Hoje estamos plantando a primeira semente para fortalecer o projeto”, disse o vereador Roselei Françoso, autor da lei.

De acordo com Paraná Filho, secretário de Agricultura e Abastecimento, pasta responsável pela Horta Municipal e que cedeu o espaço para o plantio dos fitoterápicos, os técnicos vão ajudar no projeto. “Eles foram contemplados com o plano de trabalho, mas não tinham espaço para fazer o plantio, prontamente determinamos a limpeza, fizemos os canteiros e ajudamos no plantio de algumas ervas. Também vamos retomar, em breve, o plantio da nossa horta. Os produtos que vamos cultivar serão para doação e não para a merenda escolar”, revela o secretário de Agricultura e Abastecimento.

Rose Rabello, viúva do vereador, agradeceu a homenagem. “Todos sabemos os benefícios que este tipo de tratamento proporciona para prevenção, promoção e recuperação da saúde. Fico feliz que São Carlos entrará para lista dos municípios que oferecem mais esta alternativa de tratamento aos usuários do sistema público”. 

Também participaram da inauguração do Espaço de Cultivo de Plantas Medicinais José Luís Rabello a diretora do Departamento de Gestão e Cuidado Ambulatorial (DGCA), Denise Braga, o secretário de Esportes e Cultura, Edson Ferraz, servidores da horta municipal, da UFSCar e USP.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias