Menu
terça, 28 de setembro de 2021
Cidade

Hospital Escola irá implantar avaliação de risco

24 Mar 2011 - 16h27

O Hospital Escola Municipal "Prof. Dr. Horácio Carlos Panepucci", está implantando novas medidas para facilitar e melhorar a qualidade do acolhimento aos pacientes que buscam atendimento de Urgência e Emergência de forma espontânea ou referenciada por outras Unidades de Saúde. O anúncio foi feito pela direção do hospital durante a solenidade de acolhimento dos alunos dos cursos das áreas de saúde da UFSCar (Medicina, Enfermagem, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Psicologia) na abertura do ano letivo 2011.

O hospital, que atende aos usuários de São Carlos e região desde novembro de 2007, vai oferecer acolhimento com avaliação do risco, além de alterações na área organizacional e de assistência (novo prontuário) contribuindo para a melhoria do atendimento dos pacientes que buscam o serviço de saúde ou permanece internado na unidade. Cerca de 260 pessoas por dia buscam atendimento no Hospital Escola, uma média de 7.800 atendimentos mensal entre pediatria, adultos e exames por imagem.

Participaram da solenidade de acolhimento dos alunos o vereador Ronaldo Lopes, o presidente  do Conselho Administrativo da Sahudes, Celso Luis Pedrino, o secretário municipal de Saúde, Arthur Pereira, o vice reitor da UFSCar, Pedro Gallet Júnior, os diretores técnicos Mariza Souza e Paulo Motta, entre outros membros da Comissão de Educação Permanente do Hospital Escola.

"O acolhimento aos alunos consolida a proposta da instituição como hospital de ensino e as medidas que serão implantadas vão refletir no atendimento ao usuário que é a nossa finalidade, melhorando a qualidade do atendimento da nossa população" salienta o diretor técnico Paulo Motta.
A presidência da Sahudes (Organização Social que administra o HE),  considera o evento um momento histórico para o município e para a universidade, uma vez que entre os participantes estavam representantes do 6º ano de Medicina da UFSCar.

"Com certeza em pouco tempo o Hospital Escola será referência regional num primeiro instante e, logo, nacional. Tenho informação que alguns órgãos de governo estão vendo a gestão da Sahudes como um modelo para implantação em novos hospitais públicos e isso nos orgulha muito", comemora Celso Luis Pedrino, presidente do Conselho de Administração da Sahudes.

O secretário municipal de Saúde lembrou que na composição da Rede de Saúde do município o Hospital Escola é um dos cenários de aprendizagem dos alunos do curso de Medicina, assim como as Unidades de Saúde Básicas e de Saúde da Família.

Segundo o secretário, o grupo de Educação Permanente e a diretoria do hospital criaram uma programação que vai fazer anualmente uma reflexão em relação ao cuidado de saúde.

"Há uma tríade no sentido de estabelecer uma área de aprendizagem envolvendo a universidade, o serviço de saúde  e a comunidade com uma zona de intersecção que é o cenário de aprendizagem. A iniciativa proporciona um melhor cuidado aos que procuram o serviço de saúde e também o desenvolvimento do aprendizado de medicina. Uma mudança de paradigma tanto na questão do cuidado quanto do aprendizado", detalhou.

Mariza Souza, diretora técnica do hospital  definiu as iniciativas como um compartilhamento do saber. "É união do trabalho da academia e do serviço contribuindo no fortalecimento da formação dos profissionais de saúde para que consiga atender aos usuários, não como o cidadão que traz problema para a instituição, mas como aquele que é o centro do fazer e das nossas ações", disse.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias