Menu
sábado, 12 de junho de 2021
Cidade

Grupo da USP participa de Copa do Mundo de Robótica

Warthog Robotics obteve seu melhor desempenho desde que começou a disputar a competição há quatro anos

06 Ago 2015 - 12h59Por Redação
Este ano foi a quarta vez que o grupo da USP marcou presença no mundial. Foto: Divulgação - Este ano foi a quarta vez que o grupo da USP marcou presença no mundial. Foto: Divulgação -

"Conseguimos ser competitivos e tivemos nossa melhor participação". Foi assim que o estudante Adam Moreira avaliou o desempenho do grupo Warthog Robotics na Copa do Mundo de Robótica, RoboCup 2015, realizada na cidade de Hefei, na China, em julho.

Vinculado ao Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, e à Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), o Warthog Robotics é considerada a maior equipe de extensão do campus da USP em São Carlos, sendo também um dos maiores grupos de competição em robótica no Brasil quando o assunto é futebol e combate de robôs.

Este ano foi a quarta vez que o grupo da USP - coordenado pelos professores Ivan Nunes, da EESC, e Roseli Romero, do ICMC -  marcou presença no mundial. Nesta edição, realizada entre os dias 17 e 23 de julho, o resultado final agradou aos membros do grupo, apesar de não terem vencido. "Caímos em um dos grupos mais fortes do torneio, com equipes que já disputam há muito tempo o campeonato e, mesmo assim, conseguimos competir bem e tivemos um ótimo desempenho", conta Moreira, que é doutorando no ICMC.

Competindo na categoria Small Size de futebol de robôs, disputada por um total de 18 equipes do mundo, o Warthog participou de um grupo composto pelas equipes Cm Dragons (Estados Unidos), Persia Robot Machine (Irã) e Kiks (Japão). Além de Moreira, a equipe brasileira foi representada na China por outros dois membros: pelo diretor geral do grupo, Rafael Lang, e por Guilherme de Oliveira, ambos estudantes da EESC.

"Para nós, foi muito interessante participar porque conseguimos usar o mundial como preparação para o campeonato brasileiro, que acontece em outubro. Pudemos testar nossos protótipos e algumas estratégias. Vamos corrigir alguns erros, com certeza essa experiência vai refletir no nacional", explica Lang. O aluno disse ainda que disputar anualmente a RoboCup faz com que eles aprendam com as equipes mais estruturadas do ramo.

A recepção no país asiático não poderia ter sido melhor e Moreira acredita que, com a experiência nas competições, a equipe só tende a crescer. "Foi a melhor recepção que já tivemos, havia voluntários sempre dispostos a nos ajudar com comida, transporte e a língua. Se a gente quiser um dia ganhar, temos que continuar participando, ver tudo de perto", afirmou.

A Robocup conta com várias categorias. Duas escolas municipais de João Pessoa, na Paraíba, também participaram do torneio e conquistaram o título na categoria Dança com Robôs, no nível primário.

COMO TUDO COMEÇOU

Criado em 2010, o Warthog é resultado da união de dois grupos de desenvolvimento de futebol de robôs da USP, o USPDroids e o GEAR. No mesmo ano de criação da equipe, o Warthog conquistou o primeiro lugar na categoria 2D e o segundo lugar na categoria Very Small Size na Competição Brasileira de Robótica (CBR). Já em 2011, pela mesma competição, o grupo conquistou o primeiro lugar nas categorias Very Small Size e 3D, também ficando em segundo lugar na categoria 2D.

OUTROS TÍTULOS CONQUISTADOS PELA EQUIPE

2012: Primeiro lugar na categoria Very Small Size e segundo colocado na categoria 3D;

2013: Terceiro lugar na categoria 3D;

2014: Segundo lugar na categoria Very Small Size e teceira colocação na Small Size.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias