Menu
sexta, 05 de março de 2021
Cidade

Funcionários da Casa de Saúde têm contrato rescindido; famílias passam necessidade

29 Jul 2016 - 08h34Por Pedro Maciel
Foto: Arquivo/SCA - Foto: Arquivo/SCA -

Funcionários da Casa de Saúde e Maternidade São Carlos devem ter suas carteiras de trabalho assinadas na manhã desta sexta-feira, 29, após serem demitidos. Os pacientes que estavam internados na instituição foram transferidos para a Santa Casa da cidade.

O advogado do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de São Carlos e Ibaté, Fernando Marcos Cabeça chegou a se emocionar ao falar do fechamento do hospital e das vagas de trabalhos para médicos, enfermeiros, auxiliar de enfermagens, profissionais da saúde e pessoas para o setor administrativo e manutenção.

Segundo ele são 623 funcionários que prestavam serviços na Casa de Saúde e algumas famílias estão em situação precária, sem poder arcar com contas e até mesmo faltar dinheiro para a compra de alimentos.

Cabeça fez acordo com alguns cotistas que concordaram com a rescisão do contrato de trabalho para que os funcionários procurem seus direitos na Justiça.

Eles não devem receber salários, mas terão direito ao FGTS e o seguro-desemprego. A dívida com os funcionários pode chegar na casa dos R$ 2 milhões e algumas ações da Justiça poderão garantir bloqueio de bens dos cotistas e do próprio hospital que na tarde de quinta-feira teve portas trancadas com cadeados.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias