Menu
terça, 18 de maio de 2021
Cidade

Freire enaltece trabalho de educadora que recebe título de “Cidadã Benemérita”

30 Nov 2012 - 16h10

O vereador Equimarcílias Freire (PMDB) enalteceu o relevante trabalho da professora Ilvana Aparecida Cândido, que recebe nesta sexta-feira às 19h30 na Câmara Municipal o título de "Cidadã Benemérita de São Carlos". Freire foi o propositor da homenagem através do Decreto Legislativo 780 e será o orador oficial da solenidade. "Ilvana é um grande exemplo de educadora consciente do alcance social de sua atuação".

Professora de Educação Física, pedagoga, especialista em Educação Infantil e em Educação Étnico-racial, Ilvana trabalha na rede de ensino municipal desde 1988 quando ingressou mediante concurso público. Atuou no Projeto Recreação, na época do Departamento de Educação e Cultura-Divisão de Recreação e Esportes para crianças de 7 a 12 anos no período de 2/03/1988 a dezembro de 1991 no Cemei Otávio de Moura, no período da manhã.

Em 1992 transferiu-se para o Cemei Vicente de Paulo Rocha Keppe, onde ministrou  aulas no Projeto Recreação do período da tarde e no período noturno aulas de ginástica aeróbica e cuidados com o corpo para as mães dos alunos da comunidade local.

A partir do ano seguinte, passou  a exercer a função de assistente de direção, atualmente denominado diretora de escola infantil, no Cemei João Paulo II que no ano de 1994 passou a denominar-se Cemei Victório Rebucci, com a construção do novo prédio continuou na direção, desenvolvendo vários projetos com o objetivo de valorizar a escola e a comunidade local. Através de cursos de aperfeiçoamento profissional buscou melhorar o atendimento junto à comunidade, aproximando os professores à comunidade. Para que isso ocorresse coordenou  projetos com temáticas que eram de interesse da comunidade e das crianças voltados a diversidade e pluralidade cultural, sensibilizando-os da necessidade de mudanças nas suas ações pedagógicas.

As mudanças ocorridas foram significativas e cresceu de maneira expressiva, fazendo parte integrante do Projeto Político Pedagógico e com nova ótica da realidade da Unidade Escolar, que passou a valorizar a herança racial, a diversidade do povo brasileiro, o controle dos preconceitos, rever os conteúdos discriminatórios, resgate de valores culturais.

Em março de 2001 com a mudança de gestão, apresentou um Projeto para a comunidade docente e discente para concorrer a vaga de diretora na Unidade Escolar intitulado " Um Novo Olhar", obtive 100% de aprovação dos professores, funcionários,pais dos alunos e comunidade, sendo a mais votada da Rede Municipal de Ensino.

No ano de 2002 conjuntamente com o corpo docente elaborou o  Projeto na Unidade Escolar intitulado "Griot, africanidades na Educação Infantil ", da qual participaram do 2º Premio "Educar para a Igualdade Racial" promovido pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT), ficando em 1º lugar como o melhor trabalho de Educação Infantil com a temática racial e o mesmo ficou entre os 10 melhores trabalhos realizados em Educação Infantil do Estado de São Paulo que concorreria ao Premio de melhor do Brasil, reforçando e valorizando desta maneira o trabalho pedagógico da Unidade Escolar que desde 1999 desenvolve as normas transcritas na Lei 10.639 promulgada no ano de 2003.

Em 2004 Ilvana foi  convidada a atuar na direção do Cemei Vicente de Paulo Rocha Keppe, onde e permanece até os dias de hoje. Sendo a comunidade do bairro de Santa Felícia muito atuante, encontrou excelente receptividade para  realizar atividades e projetos com participação da equipe escolar e dos moradores da região. A unidade escolar atende  a comunidade de aproximadamente mais de 500 pessoas, onde a escola fica aberta de manhã, a tarde, a noite e nos finais de semana. Através do interesse e motivação do grupo de professores, também passou a  desenvolver projetos voltados as questões étnicas raciais, de modo que a escola se tornou uma referência nessa temática.

Escreveu algumas publicações e participou de vários congressos e conferências divulgando os projetos da Unidade Escolar, entre os quais, "Aprendendo com os jogos africano" ,"Os quadros negros" e  "Cabelo, Cabeleira, Cabeludo" e muitos outros de grande importância para as crianças e toda comunidade. É autora de duas monografias sobre o tema étnico racial:  "Construindo novas práticas com os professores da Educação Infantil" e "Resignificando o Mito de Democracia Racial:- Uma Abordagem Reflexiva com os professores do Cemei Vicente de Paulo Rocha Keppe".

Ivana é filha do saudoso  Sebastião Cândido (conhecido com Gradim, ex-jogador de futebol e arbitro) e  de Odila de Lima Cândido (Pedagoga pós - graduada aposentada).

Mãe de dois filhos - Edgar Bruno da Silva (jogador de futebol, atualmente em Dubai  e já atuou pela seleção brasileira sub 20) e Guilherme Augusto da Silva (estudante). Casada com Neivaldo dos Santos (Ney Santos), tem uma neta,Luiza.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias