Menu
sexta, 30 de outubro de 2020
Cidade

Freire cumpre promessa e oficializa pedido para proibir Corso em São Carlos

09 Out 2009 - 17h07Por Redação São Carlos Agora
O vereador Equimarcílias Freire (DEM) cumpriu o que havia prometido na última sessão da Câmara Municipal e protocolou na tarde de quinta-feira (8) o projeto de lei Nº1162 propondo que fique “expressamente proibido no perímetro urbano do município de São Carlos a realização do Corso das Festas do Tusca ou qualquer festa da mesma natureza”.

O artigo 2º. do projeto pretende também proibir expressamente “o uso de bebidas com teor alcoólico e outras drogas semelhantes em passeatas ou qualquer tipo de evento que se assemelha ao Corso, Tusca, Trotes, realizados no perímetro urbano do município de São Carlos”.

Ao anunciar a apresentação da proposta, o vereador reafirmou as declarações feitas na sessão, condenando a realização do “corso” de abertura da Taça Universitária de São Carlos (TUSCA) na área urbana. Freire novamente criticou os acontecimentos verificados durante o desfile, que reuniu cerca de 30 mil universitários no último dia 24, na abertura da 30ª edição da TUSCA, e defendeu a realização do cortejo fora da cidade.

Neste ano o “corso” teve trajeto de 3,8 km, saindo do campus I da USP e terminando em um terreno próximo à avenida Bruno Ruggiero Filho, no Santa Felícia. Também houve concentração de universitários durante a noite em um terreno na Vila Nery.

Na semana seguinte ao evento, o vereador passou a se manifestar na tribuna da Câmara Municipal contra a realização do “corso”. Segundo ele, esta é uma opinião predominante na cidade, segundo enquete realizada por um site jornalístico da internet. “Da forma como se realizou nos últimos anos, o corso se tornou uma afronta às famílias”, disse. “Ao redor da festa o que se viu foi um território livre, com cenas de vandalismo, alcoolismo, atentado violento ao pudor e descaracterização moral da cidade”.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias