Menu
quarta, 20 de outubro de 2021
Cidade

Família de advogada protocola denúncia contra médico

20 Dez 2017 - 13h58
Foto Divulgação - Foto Divulgação -

Familiares da advogada Iraci Parussolo de Oliveira, de 63 anos, que morreu no último dia 7, após ser submetida a um processo de implantação de um balão intragástrico, protocolou nesta quarta-feira (20) uma denúncia contra o médico gastroenterologista que realizou o procedimento. Eles acreditam que houve negligência médica. Um boletim de ocorrência também foi registrado no 3º Distrito Policial.

Saiba mais

Advogada morre após passar por procedimento para emagrecer em São Carlos

De acordo com o laudo de endoscopia digestiva, assinado pelo próprio médico, passado o balão intragástrico e iniciada a injeção de soro com azul de metileno, constatou-se estar com vazamento nos 10 ml iniciais e durante a tentativa de remoção ficou retido na altura da laringe, o que provocou dificuldade respiratória, sendo necessário o procedimento de entubação.

Em outro documento em que o SCA teve acesso, os médicos que atenderam Iraci, relataram que após o procedimento que foi realizado no setor de endoscopia digestiva, a paciente foi encaminhada ao Serviço Médico de Urgência (SMU) da Santa Casa com parada cardíaca. Na sala de emergência foi constatado que o tubo estava posicionado no esôfago, sendo que o correto seria na traquéia.  

Em seguida, o tubo foi colocado no local correto e iniciada manobras de ressuscitação. Após 40 minutos a paciente teve os sinais vitais restabelecidos e foi encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde acabou falecendo dias depois.

http://media.saocarlosagora.com.br/uploads/iraci2.jpg

O genro de Iraci, Rodrigo Sardi, disse ao São Carlos Agora,que isenta a Santa Casa de qualquer culpa. "Contra a Santa Casa não tenho do que me queixar, todos os atendimentos na UTI e no SMU foram totalmente eficientes", declarou.

 

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias