Menu
sábado, 27 de novembro de 2021
Cidade

Estudantes de São Carlos ganham novo Centro de Estudos de Línguas nesta segunda-feira

O novo CEL funcionará na Escola Estadual Sebastião de Oliveira Rocha e oferecerá, inicialmente, cursos de espanhol e italiano

22 Ago 2011 - 09h45

Alunos da rede estadual em São Carlos ganham nesta segunda-feira (22/08) um novo Centro de Estudos de Línguas (CEL) na Escola Estadual Sebastião de Oliveira Rocha. Serão oferecidos, inicialmente, cursos de espanhol e italiano. As aulas têm início hoje.

A unidade, localizada na rua Padre Teixeira, 1.260, centro, possui três salas de aula, que atenderão a 595 alunos divididos em 17 turmas, sendo dez de espanhol e sete de italiano. Os módulos dos idiomas têm duração de seis meses. As aulas serão ministradas no período matutino, vespertino e também aos sábados.

O programa é voltado a estudantes a partir do 7º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Os interessados nos cursos do novo CEL podem solicitar a inscrição nas escolas em que estão matriculados ou se dirigir ao próprio centro.

Para 2012, a meta é expandir a oferta de vagas para cerca de 1.500 estudantes de São Carlos e de cidades da região, além de oferecer também aulas de inglês, francês e outros idiomas, caso haja demanda.

"A intenção da secretaria com o curso é ter no idioma um diferencial e despertar a elevação da autoestima do aluno. Nosso objetivo é que o estudante perceba que com esforço e dedicação ele pode atingir os objetivos que tem na vida e fazer a diferença", enfatizou o secretário de Estado da Educação, professor Herman Voorwald.

Expansão

Além da unidade na Escola Estadual Sebastião de Oliveira Rocha, os alunos da rede estadual de ensino na região de São Carlos ganharão quatro novos Centros de Estudos de Línguas (veja lista no final do texto). Cada centro terá capacidade para atender cerca de 300 estudantes distribuídos nos três períodos (manhã, tarde e noite), somando 1.200 novas vagas para a região. Os idiomas serão ofertados de acordo com a necessidade. 

As unidades estão entre os 142 CELs anunciados na última sexta-feira (19/08) pelo governador Geraldo Alckmin e pelo secretário de Estado da Educação, professor Herman Voorwald, para a expansão do programa em todo o Estado.

A medida representa um investimento total de R$ 13 milhões e ampliará o número de centros, que passará dos atuais 106 para 248 em todo o Estado, contemplando também cidades com população inferior a 50 mil habitantes. Dessa forma, o programa aumentará de 60 mil para 100 mil o total de alunos beneficiados, que terão a oportunidade de aprender um novo idioma.

O início das aulas nos novos CELs deve ocorrer ao longo deste semestre. A partir desta segunda-feira (22/08), os estudantes interessados podem se inscrever nos centros mais próximos de suas casas.

O programa

O Centro de Estudos de Línguas proporciona ao estudante da rede estadual a oportunidade de aprender gratuitamente um novo idioma, aumentando suas chances de inserção no mercado de trabalho, além de ampliar seu acesso a outras culturas.

O programa oferece cursos gratuitos de espanhol, italiano, francês, alemão e japonês. O curso de inglês é destinado somente aos estudantes do Ensino Médio. Atualmente, o Estado conta com 20 CELs em atividade na capital, 18 na Região Metropolitana e 68 no interior, todos em cidades com população superior a 50 mil habitantes. Para manutenção dessas unidades, o Governo do Estado investe R$ 19,5 milhões, uma média de R$ 327 por aluno. Somando os novos centros, serão 28 unidades na capital, 33 na Região Metropolitana e 187 no interior e litoral, que totalizarão um investimento de R$ 33 milhões no programa.

Os CELs estão instalados em escolas da rede, em todo o Estado, situadas em locais de fácil acesso, com espaço físico adequado aos cursos e com horário de funcionamento que assegure o atendimento ao aluno que trabalha. Eles têm funcionamento próprio, independente da escola que os acolhem, e recebem apoio técnico-pedagógico de um conselho coordenador constituído por diretores das escolas atendidas pela unidade, por professores de línguas estrangeiras e por representantes de alunos.

O objetivo do programa é propiciar a estudantes oportunidades extras de desenvolvimento de expressão em língua estrangeira, com enriquecimento curricular e acesso a outras culturas, assim como oferecer aos alunos habilidades para inserção no mercado de trabalho e ferramentas que os auxiliarão por toda a vida.

Relação das novas unidades por Diretoria Regional de Ensino

  • Diretoria de Ensino - Araraquara
    EE Profª Dinorá Marcondes Gomes, em Américo Brasiliense
  • Diretoria de Ensino - Região São Carlos
    EE José Ferreira da Silva, em Descalvado
    EE Edésio Castanho, em Ibaté
  • Diretoria de Ensino - Região Taquaritinga
    EE Profª Josepha Maria de Oliveira Bersano, em Ibitinga
Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias