Menu
domingo, 07 de junho de 2020
Rastro de destruição

Enchente atinge 123 estabelecimentos e prejuízo chega a R$ 2 mi

13 Jan 2020 - 12h22Por Marcos Escrivani
Enchente atinge 123 estabelecimentos e prejuízo chega a R$ 2 mi - Crédito: Marcos Escrivani Crédito: Marcos Escrivani

Uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira, 13, reuniu o prefeito municipal Airton Garcia (PSB), vários secretários municipais e autoridades ligadas a segurança pública e o tema principal foram os graves prejuízos provocados pela enchente ocorrida na tarde/noite de domingo, 12, quando um temporal que durou aproximadamente 2 horas, fez com que chovesse o equivalente a 176 milímetros de água.

A maioria dos secretários usaram a palavra pregaram a união política e de forças para que uma força tarefa seja realizada no sentido de reconstruir as partes afetadas no município. São esperados recursos do Estado e da União.

Após o pronunciamento das autoridades municipais, o diretor da Defesa Civil de São Carlos, Pedro Caballero forneceu detalhes sobre o ‘rastro de destruição’ provocado pela enchente e fez uma análise inicial salientando que os prejuízos aos lojistas chegam a R$ 2 milhões. Quanto aos danos causados as vias públicas, não há ainda uma estimativa.

A ENTREVISTA

Abaixo, a entrevista dada por Caballero:

14 ANOS

Ontem (domingo) a chuva foi intensa, a maior nos últimos 14 anos. Choveu o equivalente a 167 mm e a média mensal (janeiro) é de 250 mm. Em 12 dias, em São Carlos, foram 450 mm, praticamente o dobro. O impacto é muito grande e o solo está saturado. Ele não consegue mais absorver a água.

PREJUÍZOS COMERCIAIS

Na Rotatória do Cristo três estabelecimentos foram seriamente afetados e o prejuízo estimado é de R$ 500 mil. No centro comercial foram mais 120 lojas, algumas com perda total e um prejuízo estimado em R$ 1,5 milhão.

Nos dias 2, 4 e 5, quando ocorreram as primeiras enchentes, os prejuízos nas áreas urbanas chegam a R$ 2,5 milhões. Quanto a de ontem (domingo), ainda não temos um cálculo.

DIA QUENTE

No domingo, desde às 5h agentes de trânsito, devido a previsão de chuva, sinalizavam locais de risco de enchentes. A estimativa era de 35 a 38 mm. Mas o dia foi muito quente e vieram 167 mm.

OBRAS

Há dois tipos de obras para conter enchentes. As físicas e as educativas. Infelizmente há a cultura de jogar móveis nos córregos e isso contribui. Mas tem as de drenagem e técnicas que totalizariam R$ 900 milhões. Mas as obras podem ser feitas em partes. Uma delas seria piscinões para conter enxurradas. Posso dizer que a Defesa Civil tem um plano de contingência e prevenção para colocar em ação.

UNIÃO

Vi que há uma união de forças em prol de São Carlos. Todos os políticos caminhando em uma única direção e a sinalização de que o Estado e a União irão ajudar a cidade neste momento. É importante salientar que há uma ação em conjunto e que a Defesa Civil junto com as forças municipais (Guarda, PM, Bombeiros, agentes de trânsito, empresas terceirizadas e Prefeituras da região) realizam uma ação em conjunto para combater o problema.

PONTOS CRÍTICOS

Hoje São Carlos tem 22 pontos de alagamentos. Os mais críticos e que podem resultar em vítimas fatais são a Rotatória do Cristo, a Praça Itália, o centro comercial e a praça do Kartódromo. Há pontos considerados mais leves, mas que requer muita atenção.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias