Menu
segunda, 17 de maio de 2021
Cidade

Em reforma, Campo do Rui Barbosa faz parte da história de São Carlos

27 Jul 2012 - 18h00
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Em obras, um investimento de R$ 274,9 mil, o Campus 1 da Fundação Educacional São Carlos (Fesc), na Vila Nery, mais conhecido como campo do Rui Barbosa, já faz parte da história de São Carlos.

A outra unidade da Fundação, localizada na Via Prado, também está em obras, e receberá investimento de R$ 180,5 mil. O objetivo é melhorar os espaços públicos adequados para a prática de atividades físicas, além do uso do espaço para oferecer cursos à população. Paralelo à revitalização dos atuais campi, a Prefeitura está reformando e adequando um prédio localizado na confluência da avenida Trabalhador São-carlense com a rua Luiz Saia, no bairro Santa Paula, para a instalação do terceiro campus da Fundação que tem como meta atender a população de toda a região dos bairros Jockey Clube, Cidade Jardim, Jardim Centenário e Santa Felícia.

História

Com base em pesquisas realizadas, verificou-se que o espaço que hoje acolhe a Fesc na Vila Nery, também conhecido como Campo do Rui Barbosa, foi um cemitério de 1882 a 1890, ficando fechado até por volta de 1930, momento em que somente lembranças e relatos de moradores da época registram o local, que era um descampado onde as crianças brincavam e jogavam o futebol de várzea.

Em 5 de setembro de 1930, a Câmara Municipal de São Carlos transmitiu a posse do terreno que ficou conhecido como "Campo do Rui", já que na mesma época era criado o Rui Barbosa Futebol Clube, uma Associação Civil Esportiva. Com isso, o campo de futebol do Rui Barbosa Futebol Clube (nome dado em homenagem ao grande "Rui Barbosa"), que pertencia ao São Carlos Clube, recebeu serviços de nivelamento do terreno, construção de arquibancada, instalações sanitárias, bilheterias e pistas. Iniciava nesse momento a estrutura do local.

Um ano depois, em 26 de julho de 1931, foi inaugurado o campo de futebol do Rui Barbosa Futebol Clube, que se fundiu no São Carlos Tênis Clube e ambos constituíram, mais tarde, o Paulista Esporte Clube, que hoje é a Sociedade São Carlos Clube. Este possuía uma área onde hoje está sua sede de campo, e próximo a ela havia um terreno que pertencia à Prefeitura Municipal.

Expansão

Diante da necessidade de uma área maior para as atividades esportivas do clube, em 5 de março de 1951, o então presidente do clube Dr. Romeu Santini, enviou um ofício à Prefeitura, sugerindo uma permuta de áreas. O clube ficava com a área da Prefeitura perto do Posto Zootécnico e a Prefeitura ganhava o Campo do Rui Barbosa.

Por meio da Lei no. 1374, de 17 de abril de 1951, a Prefeitura é autorizada a transferir para o São Carlos Clube, pela forma legal, o domínio e posse da área de terreno de propriedade do município requisitada por esse clube, e esta mesma lei autoriza a Prefeitura a receber o Campo do Rui Barbosa, sendo lavrada a escritura de permuta dos terrenos em 27 de dezembro do mesmo ano.

Na década de 50, o então prefeito Dr. Alderico Vieira Perdigão, resolveu investir na melhoria do Campo do Rui Barbosa, para transformá-lo no "Estádio Municipal Ruy Barbosa". Essas melhorias visavam à comemoração do Centenário da Cidade, e também os Jogos Abertos que seriam realizados em São Carlos.

Em uma placa que ficava no portão de entrada, onde estava a bilheteria e que foi demolida para a construção da piscina da Fesc, constava que o Estádio Rui Barbosa foi inaugurado em 4 de novembro de 1958, com a presença do governador Jânio Quadros, na gestão do prefeito Dr. Alderico Vieira Perdigão. Esta placa encontra-se guardada, para posterior instalação, visando preservar a memória desse espaço.

Já a pista de atletismo, consta na Ata do Conselho da Escola de Educação Física, de 6 de outubro de 1986, que os membros decidiram por nominá-la Prof. Antonio Stella Moruzzi, com placa alusiva datada de 7 de maio 1987.http://media.saocarlosagora.com.br/uploads/obras-campus-1-fesc-3-620416.jpg

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias