Menu
domingo, 17 de novembro de 2019
SCA lança mais uma campanha

Em extrema necessidade, casal pede ajuda; marido procura por trabalho

22 Out 2019 - 12h47Por Marcos Escrivani
Em extrema necessidade, casal pede ajuda; marido procura por trabalho - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Um jovem casal passa por extrema dificuldade no Cidade Aracy I. O marido está desempregado e a esposa, dona de casa, cuida de um bebê de apenas oito meses e que nasceu mielomeningocele (espinha bífida).

Esta é a situação atual de Hugo Guiare da Silva Francisco e Josiane Ferreira Rodrigues dos Santos, ambos com 21 anos e pais de Kauã Henrique, de 8 meses.

A família mora de aluguel em uma casa na rua Auto de Carvalho (antiga 13), 375 e necessita de ajuda. Diante disso, o São Carlos Agora iniciou uma campanha para que a população solidária de nossa cidade possa auxiliá-los neste momento de dificuldade.

Hugo contraiu recentemente tuberculose e está em tratamento. Serviços gerais (carpe terreno, entrega panfleto, entre outros), procura trabalho para poder sustentar esposa e filho.

Já Josiane dedica-se 24 horas ao filho, que precisa de atenção especial. “Meu bebê nasceu com mielomeningocele e por causa dessa má formação, causou líquido na cabeça. Ele tem hidrocefalia e usa válvula. Nasceu com os pés tortos, tem sopro no coração e usa um botton no estômago, pois não sabe engolir o leite”, disse Josiane. “Eu preciso ficar de olho nele 24 horas, pois ele pode ter convulsão. Aí pode acontecer o pior. Talvez não possa andar, pois tem poucos movimentos nas pernas por conta da coluna”, explicou a mãe.

Ela disse que o marido, por enquanto, vive de bicos e está à procura de um trabalho. “Meu marido procura uma ocupação fixa e por isso passamos por necessidades”, comentou.

CONTAS ATRASADAS E SEM ALIMENTO

Pelo fato de não ter dinheiro e o marido conseguir apenas bicos, Josiane disse que as contas (água e energia elétrica), além do aluguel (R$ 450) estarão atrasadas.

“A de água e de força, amigos nos ajudaram. Mas o aluguel está difícil. Com a ajuda da minha avó e de bicos, conseguimos pagar com atraso. Mas as próximas não sei o que será”, diz, com pessimismo. “Meu marido necessita de um trabalho. Ele procura, mas não consegue um emprego”.

Ao SCA Josiane afirmou que em sua casa não há alimento diário. Principalmente para o bebê. “Necessito de lenço umedecido, fralda tamanho P, pomada para assadura e até o Aptamil fase 1. A Prefeitura tem atrasado e a gente fica sem”, disse.

RAÇÃO PARA CÃES

Por fim Josiane afirmou que tem em sua casa, no quintal, três cachorros que são de estimação do marido, que tem dó em abandonar.

Por outro lado, ele não tem condições hoje, de dar alimento (ração). “Meu marido quer continuar com seus cachorros, só que não temos mais ração para eles”.

Diante de tantas dificuldades, o SCA inicia esta campanha e quem puder doar alimentos, ração para os cães e dinheiro para que ajude a pagar as contas, podem entrar em contato pelos fones 99453-4923 ou 991185923. Ou ainda ir até a residência do casal, na rua Auto de Carvalho, 375 (antiga rua 13). Ou ainda através do link http://vaka.me/769106.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias