Menu
quinta, 04 de junho de 2020
Cidade

Em audiência, presidente da Câmara cobra eficiência nos serviços da NET

01 Jul 2014 - 09h00
0 - 0 -

O presidente da Câmara Municipal, vereador Marquinho Amaral (PSDB), avaliou como positiva a audiência pública realizada no Legislativo na tarde de segunda-feira (30) para buscar eficiência nos serviços prestados ao consumidor pela NET São Carlos, operadora de telefonia, internet e TV a cabo.  A audiência foi proposta por Marquinho, que obteve compromisso da direção da empresa de realizar investimentos para a melhoria de seus serviços no prazo de seis meses. Em 30 dias será apresentado relatório de atendimentos prestados ao consumidor. A NET opera em São Carlos desde 1994 e atualmente tem mais de 53 mil assinantes na cidade.

Durante a audiência se pronunciaram o diretor do Procon, Joner José Nery, o promotor de Justiça de Defesa do Consumidor, Denilson Souza Freira, o diretor jurídico da NET, Antonio Roberto Sales Batista. Também estiveram presentes Carolina Soares, do departamento jurídico da empresa, Felipe Yoshinaga, gerente da ouvidoria e o gerente de operações, Marcos Muzetti. Participaram da audiência os vereadores Dé Alvim (SD), Laíde Simões (PMDB), Julio César (DEM) e assessorias dos vereadores Antonio Carlos Catharino (PTB),Idelso Paraná (PHS), Ditinho Matheus (PMDB) e Walcinyr Bragatto (PV).

Na abertura da audiência o presidente da Câmara esclareceu que o objetivo do evento foi atender a reclamações de consumidores são-carlenses quanto aos serviços prestados pela operadora. “Este espaço é uma caixa de ressonância das reclamações dos usuários”, afirmou.

O diretor do Procon, Joner José Nery disse que o que chama atenção é a falha na prestação do serviço ao consumidor em São Carlos. Ele disponibilizou o relatório de reclamações fundamentadas e cartas de informações preliminares encaminhadas à empresa.  O diretor Antonio Roberto Sales Batista falou sobre investimentos realizados pela operadora, afirmou que o tempo de espera por atendimento atende às normas da ANATEL  e disse que 97,22% das reclamações são resolvidas prontamente.

O promotor de Justiça defendeu durante a audiência pública a aprovação de projeto de lei, que está em andamento estabelecendo a criação do conselho municipal de defesa do consumidor, destacando a importância da ativação de mais um órgão que contribuirá na defesa do consumidor em São Carlos.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias