Menu
terça, 21 de setembro de 2021
Cidade

Em 10 anos, Projeto Guri atende 3 mil jovens em São Carlos

Neste período, programa voltado para o ensino gratuito de música formou jovens talentos; em 2018, são 515 vagas

27 Dez 2017 - 08h06
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Há 10 anos, o polo são-carlense do Projeto Guri já atendeu uma clientela de aproximadamente 3 mil jovens. São crianças e jovens de 6 a 18 anos que realizaram cursos voltados à musicalidade. A afirmação é da gerente regional Edenilva Souza Rios Ferreira, 30 anos.

O polo São Carlos do Projeto Guri atua em 30 cidades. Somados, os municípios atenderam aproximadamente 100 mil jovens.

Edenilva recebeu a reportagem do São Carlos Agora e elencou diversas informações de utilidade pública. Em 2018, o polo São Carlos irá oferecer 515 vagas gratuitas. "São ensinamentos coletivos de música", disse, salientando que são 19 cursos gratuitos. "Durante as atividades oferecemos lanches em parceria feita com o Sesc São Carlos, através do programa Mesa Brasil e temos ainda o apoio da Prefeitura Municipal de São Carlos".

Os cursos oferecidos pelo Guri em São Carlos são: violino, viola erudita, violoncelo, contra baixo acústico, fundamentos da música, iniciação musical (6, 7 anos), teclado, saxofone, clarinete, flauta transversal, trombone, trompete, canto coral, percussão, violão, cavaco, guitarra, bateria e baixo elétrico.

"São módulos semestrais, mas os alunos podem continuar em outros cursos, buscar o aperfeiçoamento. Enfim, se tiver vocação para a música, pode entrar aos 6 anos e sair aos 18 anos. Seguir carreira. Temos 17 professores, profissionais em suas respectivas áreas de atuação", garantiu a gerente regional.

"Aqui de São Carlos, temos como exemplo de jovens que seguiram carreira, os gêmeos Nicolas e THales Martins que participaram de competições nacionais de música. Thales realizou intercâmbio na Noruega por seis meses, por meio do Guri e com participação do Projeto Move", observou.

GURI

Edenilva disse que o Projeto Guri nasceu no governo Mário Covas, em 1995. "Naquela época não existia uma política pública voltada para a área musical no Estado. Aos poucos foi se expandindo, mas em 2009 é que o avanço foi grande e agregou mais de 250 cidades. O Guri é atrelado a Secretaria de Estado da Cultura", disse.

LEGADO

Na visão de Edenilva, o Projeto Guri procura deixar um legado positivo para as crianças e jovens que têm a oportunidade de frequentar os cursos.

"Tudo através da cultura, do entretenimento e do desenvolvimento humano. Proporcionamos educação artística pedagógica, desenvolvimento social, um trabalho extra sala de aula. Atendimento no Cras, Creas, Conselho Tutelar e Fundação Casa (Araraquara). Em São Carlos atendemos todos os bairros e 70% de nossa clientela são oriundas de famílias que estão em vulnerabilidade social e econômica", observou.

2018

Edenilva disse que no dia 3 de janeiro os trabalhos do Projeto Guri serão iniciados em 2018. Os cursos iniciam-se no dia 19 de fevereiro e são em contra-turno escolar de segunda-feira a sexta-feira (duas vezes por semana).

Os interessados devem entrar em contato para obter informações pelo fone 3413-6847 ou dirigirem-se até a rua Episcopal, 1611 (entre as ruas Major José Inácio e Sete de Setembro) para efetuarem as matrículas.

A partir de 29 janeiro será a segunda etapa de matrículas para o primeiro semestre de 2018. A primeira etapa foi realizada no final de novembro e ainda restam algumas vagas. A matrícula é feita por ordem de chegada e muitos cursos já estão completos.

"Uma das novidades para este ano é que o prédio passa por reformas e será acessível a pessoas com deficiências físicas e/ou intelectuais. O polo de São Carlos será adaptado para a inclusão social", garantiu.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias