Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Cidade

Diretores da CUT reivindicam mudança no estatuto do Sindicato dos Metalúrgicos

09 Dez 2009 - 18h00Por Redação São Carlos Agora
Os diretores do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, membros da CUT (Central Única dos Trabalhadores), realizaram na manhã de terça-feira, 08, uma reunião com o presidente da entidade, Rosalino de Jesus de Barros, na tentativa de protocolar o requerimento para assembléia de modificação estatutária, dentre outros pontos.

De acordo com Erick Silva, diretor do Sindicato e da Federação dos Metalúrgicos da CUT-SP, o requerimento foi assinado por mais de 1500 trabalhadores metalúrgicos, todos sócios do Sindicato. “Nosso objetivo é realizar uma assembléia, para junto com os trabalhadores construirmos um estatuto democrático, que garanta a participação efetiva de todos na eleição da entidade, que é de todos os metalúrgicos e não de um grupo de diretores”, explica ele.

Ainda segundo Erick, o presidente do Sindicato se negou a receber o requerimento. “Mais uma vez o desrespeito foi demonstrado à vontade da categoria, que exige democracia e participação nas decisões de quem os representa. O presidente afirmou que só receberá o documento via judicial e nós tomaremos todas as providencias legais para a realização da assembléia”, finaliza ele.

Tribuna Livre

Na sessão ordinária da Câmara Municipal, acontecida ontem, o diretor do Sindicato e membro da CUT, Vanderlei Strano, relatou a perseguição que os diretores em processo de expulsão, assim como ele, vem sofrendo na empresa Tecumseh do Brasil.

“Além de sermos retaliados pela direção do Sindicato, simplesmente por expressarmos nossa opinião, a empresa Tecumseh contribui com Sindicato fazendo o mesmo. A empresa nos impediu de trabalhar durante três dias às vésperas da assembléia da Campanha Salarial, sem nenhuma explicação e nós queremos saber qual a razão disso”, disse ele.

“Não é a primeira vez que a empresa age dessa forma com os diretores da CUT, já denunciamos anteriormente ao Ministério Público e ao Ministério do Trabalho a postura da Tecumseh e  do Sindicato”, explica Vanderlei.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias