Menu
quinta, 22 de abril de 2021
Bem essencial à vida

Dia Mundial da Água: Acisc alerta sobre problemas hídricos

22 Mar 2019 - 13h31Por Redação
Dia Mundial da Água: Acisc alerta sobre problemas hídricos -

Água é o bem essencial à vida, mas sua falta ou má qualidade prejudica tudo aquilo que é sustentado por ela, inclusive o desenvolvimento socioeconômico do Brasil. Portanto, o Dia Mundial da Água, comemorado nesta sexta-feira, 22, é um chamado para que a população entenda a urgência de cuidar deste recurso.

Apesar do planeta ser conhecido com ‘Planeta Água’ por ter o recurso como grande parte de sua composição, a realidade é um pouco diferente. A Associação Comercial e Industrial de São Carlos (Acisc) entende que é necessário cuidado urgente deste bem, já que todo o planeta é afetado pelos índices atuais.

Veja dados mundiais que revelam a crise da água no mundo:

Em 2050, teremos 2 bilhões de pessoas a mais no mundo, contabilizando 9 bilhões no total, e a demanda mundial de água será 30% maior que atualmente

Hoje, cerca de 1,9 bilhão de pessoas vivem em áreas sob risco de escassez hídrica. Em 2050, serão 3 bilhões de pessoas.

20% das reservas de água do mundo são sobre exploradas.

Globalmente, mais de 80% dos esgotos gerados pela sociedade retornam ao meio ambiente sem tratamento adequado.

1,8 bilhão de pessoas usam fontes de água potável contaminadas com fezes, sob risco de contrair doenças como cólera, disenteria, febre tifoide e poliomielite.

4,5 bilhões de pessoas carecem de instalações sanitárias adequadas.

1,7 milhão de pessoas morrem todos os anos de doenças diarreicas e 90% são menores de 5 anos, principalmente em países em desenvolvimento.

443 milhões de dias: é o tempo perdido de educação anual por conta de ausências na escola de crianças e jovens provocadas por doenças de veiculação hídrica.

Segundo a ONU, cada pessoas necessita de 110 litros de água por dia para atender suas necessidades de consumo e higiene.

Em média, um americano consome 540 litros de água por dia. Na maioria dos países da Europa, o uso médio varia de 200 a 300 litros por pessoa, contra uma média de 15 litros em países como Moçambique.

90% de todos os desastres naturais no mundo têm relação com a água, principal meio através do qual a mudança climática influencia os ecossistemas da Terra e, portanto, o modo de vida e o bem estar da sociedade.

De 1970 a 2012, 8.835 desastres naturais causaram cerca de 1,94 milhão de mortes e danos econômicos de 2,3 trilhões de dólares globalmente.

Em 2050, 1,6 bilhão de pessoas, quase 20% da população mundial, viverão em áreas ameaçadas por enchentes, contra 1,2 bilhão de hoje.

1,8 bilhão de pessoas vivem em áreas afetadas pela degradação ou desertificação.

Nos últimos 100 anos, estima-se que de 64% a 71% das zonas úmidas tenhas desaparecido devido a atividades humanas.

(Fontes: Exame, ONU, FAO)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias