Menu
sábado, 27 de novembro de 2021
Cidade

Defesa Civil faz alerta sobre baixa umidade do ar

06 Set 2011 - 17h14

Desde o último sábado, 3 de setembro, São Carlos tem registrado baixa umidade relativa do ar. As porcentagens têm variado entre 10% e 12%, que caracterizam o estado de emergência, de acordo com a escala da Organização Mundial de Saúde (OMS).

No domingo (4) e na segunda-feira (5), os índices de umidade registraram 9%. Por volta das 15h desta terça-feira (6), o tempo seco prevalecia na cidade, com umidade em 10%.

De acordo com o diretor da Defesa Civil, Heleno Irami do Nascimento, o ideal é que os níveis de umidade do ar fiquem sempre acima dos 50% ao longo dia. "A Defesa Civil recomenda que se evite a prática de exercícios físicos entre 11h e 15h, intervalos em que a qualidade do ar piora. Umidificar o ambiente por meio de vaporizadores, recipientes com água e, sempre que possível, permanecer em locais protegidos do sol são as outras dicas", alerta.

Heleno lembra que o tempo seco propicia um aumento no número de queimadas urbanas. "Temos a Campanha São Carlos Contra o Fogo, que orienta a população sobre os riscos à saúde e os danos ambientais que as queimadas indiscriminadas provocam. A população pode denunciar esse tipo de crime", afirma.

A Defesa Civil atende denúncias pelo telefone 199. A Coordenadoria de Meio Ambiente presta o mesmo tipo de serviço por meio do número 3364 3269.

Para os próximos dias, as temperaturas devem permanecer elevadas na cidade. Até domingo, elas variam entre 30ºc e 32ºc. Há possibilidades de chuva para sábado e domingo.

Água
O Centro de Operação e Controle de Abastecimento do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) registra um aumento no consumo de água em 10%. A baixa umidade do ar e a elevação da temperatura são os fatores que determinaram essa elevação.

Os dias de maior consumo são sextas-feiras, sábados, domingos e segundas-feiras. Dicas de economia de água podem ser encontradas no site www.saaesaocarlos.com.br. Problemas de abastecimento devem ser comunicados por telefone 0800-111 064 (ligação gratuita).

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias