Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Fiscalização

CREA-SP mantêm força tarefa na região

Fiscais estão atuando em São Carlos, Descalvado, Itirapina, Dourado, Ribeirão Bonito, Brotas e Ibaté

02 Ago 2021 - 15h39Por Redação
Equipes se dividiram na micro região de São Carlos - Crédito: Atento ComunicaçãoEquipes se dividiram na micro região de São Carlos - Crédito: Atento Comunicação

Começou nesta segunda-feira, 2, na sede da Associação dos Engenheiros Arquitetos e Agrônomos de São Carlos – AEASC as atividades da força tarefa de fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo - Crea-SP.

Com caráter orientativo e preventivo, a ação pretende garantir a presença de profissionais habilitados à frente das atividades abrangidas pelo Conselho. O encerramento está previsto para a sexta-feira, 6.

A fiscalização do exercício profissional vai acontecer em São Carlos, Descalvado, Itirapina, Dourado, Ribeirão Bonito, Brotas e Ibaté, principalmente em serviços e também atendendo às denúncias em obras de engenharia, agronomia e geociências em empresas do ramo civil, mecânico, elétrico e agronômico.

“Intensificamos essa fiscalização em todo o estado de São Paulo, pois assim é possível que um engenheiro habilitado faça o trabalho que não pode ser realizado por um leigo. Uma vez constatada a irregularidade é realizada a orientação adequada e lavrada uma autuação.”, disse Maria Edith dos Santos, superintende de fiscalização do CREA-SP.

Ela ainda salientou que um profissional técnico legalmente habilitado tem responsabilidade civil sobre a obra e conhecimentos para realizá-la de forma econômica, além de segura.

De 2015 a 2019, o Crea-SP obteve um incremento de 500% nas ações de fiscalização. O aumento se deve ao uso das tecnologias para apoio à fiscalização, com pesquisas e apurações remotas antes dos agentes fiscais irem a campo e, também, à adoção do modelo das forças-tarefas, desenvolvidas em todo o Estado. No primeiro trimestre de 2021, já foram registradas cerca de 55 mil ações fiscalizatórias. A expectativa é alcançar 200 mil ações até o fim do ano.

O Crea-SP é responsável por fiscalizar o exercício profissional, verificando se há responsável técnico habilitado para o desempenho das atividades abrangidas pelas Engenharias, Agronomia e Geociências. Assim, contribui para que as funções sejam desenvolvidas com segurança e a atuação de profissionais no mercado.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias