Menu
segunda, 18 de outubro de 2021
Cidade

Corte no orçamento deve comprometer atividades na UFScar

06 Mai 2019 - 16h05Por Redação São Carlos Agora
Corte no orçamento deve comprometer atividades na UFScar - Crédito: Arquivo/SCA Crédito: Arquivo/SCA

Cortes anunciados recentemente pelo Governo Federal devem afetar diretamente a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

O comunicado emitido pela Pró-Reitoria de Administração, diz que no dia 2 de maio foram identificados bloqueios orçamentários no sistema SIAFI, que é usado para toda operação de execução orçamentária e financeira: R$ 16.760.392,00 para despesas de custeio (32% do valor anual previsto) e R$ 2.722.324,00 para despesas de investimento (63% do valor anual previsto). Os recursos para custeio destinam-se ao funcionamento e manutenção da Universidade, sendo empregados nos diversos serviços terceirizados – água, energia elétrica e também material de consumo.Os recursos para investimento são usados para aquisição de equipamentos e obras. Não foi identificado bloqueio nos recursos do PNAES, destinados à assistência estudantil.

A direção da UFSCar informou que nos últimos anos sofreu contingenciamentos de recursos semelhantes, mas foram revertidos em grande parte, como resultado da atuação da Reitoria. Por este motivo, a administração está trabalhando com a mesma perspectiva, fazendo gestões junto às diversas esferas de governo para garantir a normalidade de funcionamento da UFSCar no segundo semestre do ano corrente.

Ainda de acordo com o comunicado, caso os bloqueios sejam mantidos nos níveis atuais haverá necessidade de alterações profundas na condução de todas as atividades acadêmicas e administrativas da UFSCar.

Bolsonaro: dinheiro retirado de universidades será investido na base

O presidente Jair Bolsonaro disse na semana passada que o dinheiro retirado das universidades federais será investido na educação básica. Ele disse que a educação no Brasil é como uma casa com um “excelente telhado e paredes podres”. Na última terça-feira (30), o Ministério da Educação (MEC) anunciou um corte de 30% do orçamento das universidades federais.

“A gente não vai cortar recurso por cortar. A ideia é investir na educação básica. Ouso dizer até que um número considerável não sabe sequer a tabuada. Sete vezes oito? Não vai sabe responder. Então pretendemos investir na base. Não adianta ter um excelente telhado na casa se as paredes estão podres. É o que acontece atualmente”, disse Bolsonaro em entrevista ao SBT.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias