Menu
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Cidade

Contra a saída de Dilma, estudantes da UFSCar paralisam aulas

19 Mai 2016 - 14h06
Foto: Jornalistas Livres/Facebook - Foto: Jornalistas Livres/Facebook -

Contrários ao afastamento de Dilma Rousseff (PT) da presidência da República, bem como quanto às primeiras medidas do governo Michel Temer (PMDB), estudantes da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) iniciaram um protesto na manhã desta quinta-feira, 19, paralisando as aulas.

Estavam previstas atividades durante a manhã nos ATS 1, 2, 5, 7 e 8 em diferentes setores do campus. Uma das formas de protesto dos universitários foi a colocação de cartazes em frente aos prédios, com dizeres contrários as mudanças no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, a extinção do Ministério da Cultura e da Controladoria Geral da União, e os riscos de falta de repasses para o Samu e farmácias populares

A estimativa é que o protesto continue até segunda-feira, 23, quando uma assembleia geral dos estudantes discutirá os próximos passos do movimento.

REITORIA

Através de sua assessoria de imprensa, a Reitoria da UFSCar disse que "vem a público manifestar-se neste momento em defesa da pluralidade de ideias e opiniões e das condições de diálogo, em prol da preservação das instituições em geral e da Universidade em particular. Estamos atentos ao cenário nacional de instabilidade, bem como inegociavelmente comprometidos com a defesa de direitos. Inclusive por isso julgamos ser fundamental preservarmos e protegermos a Universidade e que ela esteja organizada, enquanto instituição, para qualificar o debate sobre e agir em relação aos problemas da Nação. Defendemos, como sempre fizemos, que o espaço da Universidade seja ocupado por esse debate, garantindo sempre a liberdade de expressão e o caráter público desse espaço".

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias