Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Cidade

Conferência Municipal de Educação retoma discussões neste sábado

30 Nov 2011 - 22h18
0 - 0 -

A 6ª Conferência Municipal de Educação realizada neste último final de semana reuniu 147 participantes, entre delegados, representantes do movimento LGBT, da defesa pelas mulheres, sindicato de metalúrgicos, além de pais, alunos e servidores da educação e outras áreas.

A proposta era discutir 12 eixos temáticos, no entanto foram discutidos 8. Para concluir as discussões a Conferência retoma as discussões neste sábado (3) e discute: Gestão Democrática, Financiamento, Valorização do Professor, Diversidade e Inclusão. O eixo temático que trata da Avaliação, já discutido neste final de semana, será revisado.

De acordo com a Secretária de Educação, Lourdes Moraes, a participação na Conferência foi efetiva. "A discussão foi muito boa e qualificada por temas que vão desde o ensino até a infraestrutura e a parte física das escolas, mas por falta de tempo retomaremos os últimos 4 eixos neste sábado, dia 3", ressaltou. A maior adesão à Conferência foi de professores, 42,85%, além de 46 representantes da Educação Infantil, ou 31,29%.

Na abertura da Conferência o prefeito Oswaldo Barba fez questão de agradecer a participação de professores e da comunidade em geral na construção do Plano Municipal de Educação. "Estamos construindo um Plano participativo, com a colaboração da sociedade", ressaltou. Barba destacou ainda os investimentos da Prefeitura na Educação, prioridade de seu governo. "Investimos 32% do Orçamento em Educação. Boa parte dos investimentos é na construção de novas escolas", salientou.

Até o final de 2012 a Prefeitura deve entregar pelo menos 2,2 mil novas vagas para a Educação Infantil. Atualmente, estão em construção 8 escolas e mais duas prestes a iniciar. "Com essas escolas provavelmente seremos uma das primeiras cidades do Brasil a atender toda a demanda por Educação Infantil de zero a três anos. A partir dos quatro anos já atendemos a todas as crianças de São Carlos", enfatizou o prefeito.

A abertura do evento, que ocorreu na noite de sexta-feira (25) contou com a presença de algumas autoridades, além do prefeito Oswaldo Barba, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cidinha Duarte, o vice-prefeito, Emerson Leal, o presidente da Câmara Municipal, Edson Fermiano, os vereadores Marquinho Amaral e Ditinho Matheus e o deputado Newton Lima. O professor de filosofia e consultor do Instituto Paulo Freire, Genuíno Bordignon, fez uma palestra sobre o tema "O Plano Municipal de Educação no Contexto do Sistema Nacional de Educação".
O documento final da Conferência com as propostas aprovadas em plenário será enviado ao Conselho Municipal de Educação, que, após homologação o encaminhará à Secretaria de Educação para as devidas providências. O documento final adquirirá o formato de projeto de lei para ser submetido aos vereadores.

Boa notícia para os professores

Durante sua fala na 6ª Conferência Municipal Educação, o prefeito Oswaldo Barba informou aos participantes que irá efetuar, ainda este ano, o pagamento de R$ 1,5 milhão referente à progressão na carreira estabelecida no Estatuto da Educação. A medida irá beneficiar mais de 900 servidores da rede municipal. A solenidade que formalizou o pagamento ocorreu na manhã de sexta-feira (25). Segundo o prefeito Barba, a Prefeitura irá pagar valores retroativos referentes à progressão estabelecida no Estatuto da Educação. "Com esse benefício mais de 900 servidores da Educação, que já haviam aderido ao Estatuto, serão beneficiados", explicou. O benefício estava previsto desde 2007 (ano de implantação do Estatuto), mas ainda não havia sido pago por falta de regulamentação do Sistema de Avaliação. O prefeito também instituiu uma Comissão de Servidores para regulamentar o Sistema de Avaliação de Indicadores de Crescimento de Capacidade Potencial e Trabalho Profissional, que terá 60 dias para propor um Sistema de Avaliação.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias